conecte-se conosco

Agro News

Entrevista de perfil com o presidente da Aprosoja, Fernando Cadore

Publicado


Fortalecimento Institucional

Entrevista de perfil com o presidente da Aprosoja, Fernando Cadore

‘É preciso ouvir e buscar soluções para as demandas do produtor rural’

08/01/2021

História

Ainda criança, aos seis anos de idade, Fernando Cadore deixou o Rio Grande do Sul com a sua família, o destino: Mato Grosso. Assim como muitos produtores rurais que chegaram ao Estado naquela década, os Cadore também vieram em busca de oportunidade de uma vida no campo. A família chegou em Campo Verde, mas se estabeleceu em Primavera do Leste, no ano de 1988.

Fernando Cadore é casado com Franciella Cadore com quem tem três filhos. Possui formação técnica em Agropecuária pelo Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e graduação em Agronomia pela Universidade de Mato Grosso (UFMT). Aos 41 anos foi empossado como novo presidente da Associação do Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), no dia 18 de dezembro de 2020. O produtor rural conduz os trabalhos da entidade pelos próximos três anos.

Trajetória Aprosoja-MT  

Em 2010, Fernando se associou a Aprosoja e começou a se engajar com a entidade. Foi delegado coordenador por Primavera do Leste de 2011 até 2013, depois assumiu o cargo de segundo vice-presidente Sul por dois anos (2016-2017). No último triênio (2018-2020) atuou como vice-presidente da instituição. Agora chegou ao cargo mais alto da entidade, foi eleito presidente com 1.900 votos pela chapa 01 “Aprosoja Decidida, Produtor mais Forte” para o triênio (2021-2023).

Leia mais:  Processo eleitoral 2020 começa na Aprosoja

Gestão 2021-2023

O que a entidade representa para você e o que o produtor rural pode esperar desta gestão?
Cadore:
A entidade é um mecanismo de defesa do produtor rural na coletividade. É o local onde nós produtores temos voz. É justamente isso que a nossa gestão vai fazer: ouvir às demandas e buscar soluções para que a nossa classe se desenvolva cada vez mais forte. Queremos uma gestão participativa, entender os verdadeiros anseios e agir em prol de melhorias.

A logística e o armazenamento são alguns dos gargalos que precisam ser solucionados para que a produção agrícola avance. Na sua gestão, como esses entraves serão trabalhados?
Cadore:
É preciso investir em políticas públicas. Temos um déficit na questão da armazenagem dos grãos. Hoje temos apenas 50% dos armazéns disponíveis para o que Mato Grosso produz. E a perspectiva é de que essa produção aumente em 45% nos próximos 10 anos. Um Estado como o nosso, líder na produção de grãos, fica com a capacidade produtiva comprometida. A logística do escoamento dos grãos também precisa de atenção. A Aprosoja-MT já tem desenvolvido projetos em parceria com o Movimento Pró-logística para melhorar a condição de trafegabilidade. E vamos dar continuidade.

Em relação aos projetos desenvolvidos pela Aprosoja-MT, na sua gestão irão continuar?
Cadore:
Vamos dar sequência aos projetos que têm gerado resultados positivos. É preciso disseminar o que temos feito e investir em pesquisas e ações que trazem benefícios ao produtor, seja na área da defesa agrícola, política agrícola, logística e sustentabilidade.

E por falar em sustentabilidade, essa é uma questão bastante desafiadora. Como a sua gestão pretende mostrar para a sociedade que o produtor rural tem responsabilidade socioambiental?  
Cadore:
Temos que romper com essa desinformação que muitos têm de que o produtor é inimigo do meio ambiente. O único caminho é a comunicação. Vamos informar a sociedade, mostrar que conservamos e preservarmos o meio ambiente. De acordo com o levantamento feito pelo projeto Guardião das Águas, utilizamos menos de 10% de todo o território mato-grossense com agricultura, conservamos 34% da área com florestas privadas, dentro das nossas propriedades rurais, em forma de reserva legal, área de preservação permanente, corredores ecológicos e nascentes.

Para finalizar, qual recado do presidente para os associados?
Cadore:
primeiramente agradeço a confiança depositada em mim para conduzir uma das maiores entidades de classe do país. Somos 7 mil e 200 produtores associados. Faço o convite para que todos participem, se engajem na causa rural. Estamos abertos para ouvir sugestões, críticas e contamos com todos para uma gestão participativa.

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
publicidade

Agro News

Resultados de pesquisas de soja em solos arenosos são apresentados no CAD Parecis

Publicado


Defesa Agrícola

Resultados de pesquisas de soja em solos arenosos são apresentados no CAD Parecis

No 5º ano de estudo os pesquisadores perceberam vários avanços de melhoria do meio ambiente, no sistema de produção e rentabilidade

20/01/2021

Apesar de 2020 ter sido um ano de poucas chuvas foi possível demonstrar grandes resultados nas pesquisas realizadas pelo Centro de Aprendizagem e Difusão (CAD Parecis), no Dia de Campo “Soja em solos arenosos”, realizado em dois dias de evento, em Campo Novo do Parecis, promovido pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), em parceria com a Fundação Mato Grosso.

No 5º ano de estudo os pesquisadores perceberam vários avanços no solo, e que as soluções não estão necessariamente na qualidade dos insumos que o produtor rural compra, mas sim como ele faz o manejo. “Os insumos adquiridos são ferramentas de melhoria do meio ambiente, a produção e a rentabilidade dependem de como essa tecnologia é usada. Conseguimos demonstrar aos participantes que solos arenosos precisam ser corrigidos, melhorar a base, o sistema de produção, por meio de outras plantas inseridas no processo produtivo como, por exemplo, a sequência de cultura antecessora”, afirmou o diretor da Fundação Mato Grosso, Leandro Zancanaro.

Leia mais:  AproClima passa a disponibilizar mapa interativo de umidade no solo

Presidente da Aprosoja-MT, Fernando Cadore, falou da importância das pesquisas no CAD Parecis para os produtores rurais. “Os protocolos que são instalados aqui refletem o que a gente precisa lá na base. As tecnologias testadas são transferidas ao produtor rural e acabam sendo mais uma ferramenta para ajudar o homem do campo que esclarece dúvidas em relação a insumos, fertilidade e produtos. Os maiores custos na produção anual”.

Produtor rural do município de Diamantino, Altemar Kroling, já participou três anos consecutivos do CAD Parecis. Segundo ele, desta vez foi a que mais chamou a atenção. “Estou surpreso com os trabalhos feitos com as braquiárias, na aplicação de potássio, esse ano está mais acentuado, já é o quinto ano desse ensaio e ficou visualmente muito bem definido os experimentos que vem sendo conduzidos. Muita coisa do que aprendo aqui já está sendo implementado em minha propriedade”, afirmou Altemar.

Participante pela primeira vez do CAD Parecis, vindo da região Norte, Lucas do Rio Verde, o produtor rural Daniel Schwartz, pôde conhecer como funcionam os protocolos instalados no CAD. “Estou gostando muito, nossa realidade às margens da BR 163 é bem diferente daqui, lá o solo é argiloso. Fiquei impressionado com a cultura estilosantes campo grande, muito interessante, eu não conhecia também a palhada braquiária. Volto para a minha cidade e quero passar as informações para outros produtores da região que também plantam em solos arenosos”.

Leia mais:  Delegados eleitos passam por treinamento na Aprosoja

Conforme a gerente de Defesa Agrícola da Aprosoja-MT, Jerusa Rech, o CAD Parecis deste ano superou as expectativas e foi um sucesso, tendo em vista a limitação de pessoas por conta da pandemia, além da chuva nos dias de evento. “Mesmo tendo que restringir as inscrições tivemos a participação de 250 produtores rurais de todas as regiões de Mato Grosso e até mesmo de outros Estados, que poderão a partir de agora aplicar as tecnologias obtidas aqui em suas propriedades”.

CAD Parecis

Possui 88 hectares com textura do solo variando entre 7% e 35% de argila, destinado a realização de pesquisas que auxiliam o produtor rural. Os trabalhos são voltados à compreensão da fitotecnia, uso e conservação do solo, dinâmica de nutrientes, sistemas de produção, correção solo, pragas e doenças.

Fonte: Rosangela Milles

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Diretoria realiza reunião com produtores em Campo Novo

Publicado


Fortalecimento Institucional

Diretoria realiza reunião com produtores em Campo Novo

O encontro se deu para apresentar as diretrizes da gestão e levantar as demandas da base

18/01/2021

Presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Fernando Cadore, juntamente com parte da diretoria plena, visitou na manhã desta segunda-feira (18.01), o núcleo de Campo Novo do Parecis para reunião com delegados da região Oeste. Objetivo do encontro foi apresentar as diretrizes da gestão e levantar as demandas da base.

Presidente explanou que a condução da entidade será sempre pautada conforme as demandas do produtor rural e as decisões alinhadas com a base. “Nós estamos na direção da entidade, mas trabalharemos conforme as demandas, ouvindo quem está no campo. Apresentamos como será a nossa maneira de trabalhar e escutamos os anseios locais. Precisamos trabalhar a quatro mãos”, afirmou o presidente.

Dentre as pautas discutidas, os produtores locais tiraram dúvidas e apresentaram questões sobre o CAD Parecis, pesquisas científicas, logística, Fethab, levantaram discussão sobre venda de terras para estrangeiros e elogiaram o projeto Classificador Legal. Delegada coordenadora do núcleo de Campo Novo, Magda Ortolan, enfatizou a importância do projeto Classificador para os produtores locais e solicitou a ampliação dos atendimentos na localidade.  “É um projeto que contribui muito conosco, um dos mais solicitados e tendo em vista o tamanho da nossa região, precisamos ampliar os atendimentos”, pontuou.

Leia mais:  NOTA DE PESAR - JAIME PEREIRA FRANK

Produtor Alex Utida parabenizou a postura do presidente durante as falas em entrevistas e agradeceu a visita ao núcleo, a qual classificou como essencial para os produtores locais. “Essa visita é muito importante e significativa. Tenha aqui um núcleo parceiro, amigo e que ajuda a tomar decisões. Estamos com as mesmas pautas, enxerguem em nós aliados. Somos um grupo ativo, com muitas ideias e queremos participar, fazer e estar junto”, explanou.

Na mesma, o presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Jonas Marcelo Iapp, avaliou positivamente o encontro. “Totalmente positiva a visita, devido à crescente demanda dos produtores do núcleo. Essencial para afinar o contato entre os produtores locais e a entidade. Uma grande valia ter o presidente diretamente conosco”, destacou.

Diretoria Plena Além do presidente, também estiverem presentes na reunião o diretor administrativo, Nathan Belusso, segundo diretor financeiro, Valmor Scariote, presidente da região Sul e coordenador da comissão de Defesa Agrícola, Jorge Giacomelli, vice-presidente Oeste, Lucas Konageski, vice Leste, Diego Dall Asta e diretor executivo Wellington Andrade. Da área técnica participaram as gerentes de Defesa Agrícola e Sustentabilidade, Jerusa Rech e Marlene Lima, respectivamente.

Leia mais:  Aprosoja aponta clima como fator determinante para recorde na safra 2020/21

CAD – No início da tarde a equipe de diretores visitou o Centro de Aprendizagem e Difusão (CAD Parecis) e fez a abertura dos trabalhos dos dois dias de campo realizados nesta segunda (18.01) e terça-feira (19.01).

Fonte: ASCOM

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Presidente da Aprosoja recebe visita de magistrados

Publicado


Fortalecimento Institucional

Presidente da Aprosoja recebe visita de magistrados

O encontro se deu para estreitar e fortalecer o relacionamento entre as instituições

15/01/2021

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore, e o diretor executivo, Wellington Andrade, receberam na tarde de ontem (14.01), a visita institucional do presidente da Associação Mato-grossense de Magistrados (Amam), Tiago Abreu, e do conselheiro Leonardo de Campos Pitaluga. Em pauta foram discutidos a difusão de aprendizagem e o conhecimento do agronegócio para a classe da magistratura no Estado.

O encontro se deu para estreitar e fortalecer o relacionamento entre as instituições. “É importante estarmos debatendo esses temas, principalmente no que diz respeito ao avanço para o conhecimento do agro junto a magistratura. Estamos de portas abertas para dialogar com qualquer instituição. Nossa gestão vai atender o produtor rural e apresentar suas demandas ao judiciário”, pontou Cadore.

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA
Leia mais:  Aprosoja aponta clima como fator determinante para recorde na safra 2020/21

Comentários Facebook
Continue lendo

R$ 156,72

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262