conecte-se conosco


Política Nacional

Governo Bolsonaro escala militar para coordenar redes sociais após polêmicas

Publicado


Jair Bolsonaro nega as informações sobre a contração de coronel e os motivos
Alan Santos/PR – 19.2.19

Jair Bolsonaro nega as informações sobre a contração de coronel e os motivos

O governo do presidente Jair Bolsonaro escalou um militar para coordenar a estrutura de mídias digitais e reforçar a comunicação oficial do Palácio do Planalto. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo
, a nova estrutura, chamada Comunicação Global, será comandada pelo ex-chefe da assessoria de imprensa do Exército, o coronel Didio Pereira de Campos.

A Comunicação Global ficará responsável pelo monitoramento das redes sociais, publicidade oficial e criação de conteúdo. A indicação  de Campos foi feita pela equipe do ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Santos Cruz e, segundo o jornal, ocorreu após um diagnóstico da equipe do presidente, sobretudo do núcleo militar, de que a comunicação oficial precisava ser melhorada diante das últimas polêmicas
. Jair Bolsonaro
, no entanto, nega as informações.

O coronel é descrito como um militar de perfil moderado e técnico. Apesar de sua suposta entrada na equipe de comunicação, a estrutura geral continuará a ser chefiada por Floriano Amorim, indicado para o posto por Carlos Bolsonaro, que blindou as contas oficiais do pai.

Leia mais:  Forças Armadas têm papel limitado nas eleições, dizem especialistas

Na semana passada, Bolsonaro compartilhou vídeo, filmado durante o Carnaval.  As imagens mostram dois homens dançando em cima de um ponto de táxi, em um bloco de rua no Carnaval de São Paulo. Em um dado momento, um dos foliões coloca o dedo no próprio ânus. Mais tarde, esse mesmo homem se abaixa para o outro urinar na sua cabeça.

“Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no Carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões (sic)”, escreveu o presidente. A publicação foi feita ontem às 15h08 e o vídeo foi gravado no desfile do Blocu, em São Paulo, na última segunda-feira (4).

As imagens  chocaram tanto os apoiadores de Bolsonaro
quanto aqueles que se declaram como oposição ao governo. Isso porque o Twitter
do presidente possui mais de 3,45 milhões de seguidores, incluindo menores de idade, e a publicação pode ser vista sem restrições.

Neste domingo (10), ele divulgou relato deturpado contra uma repórter. O presidente publicou uma mensagem sobre uma repórter do jornal O Estado de S.Paulo , acompanhada por um vídeo, em que acusa a jornalista de ter falado que possui a “intenção de arruinar Flávio Bolsonaro e o governo”. As aspas seriam em relação à cobertura jornalística a respeito das movimentações suspeitas da Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador e filho do presidente .

Leia mais:  Comissão aprova projeto que prevê isenção fiscal nas adaptações de veículos de pessoas com deficiência

O vídeo, no entanto, é uma edição e contém fake news
, ou seja, conteúdo falso. A suposta declaração da repórter, que aparece entre aspas no título do vídeo, teria sido dada, segundo “denúncia” de um jornalista francês, em uma conversa gravada. Na gravação do diálogo, porém, a jornalista não fala em momento algum sobre tal “intenção”.

Leia também: EUA, Japão, China… Bolsonaro terá intensa agenda de viagens a partir de março

Ontem, Jair Bolsonaro
insuflou seus seguidores contra a imprensa compartilhando o conteúdo falso. “Constança Rezende, do O Estado de SP diz querer arruinar a vida de Flávio Bolsonaro e buscar o Impeachment do Presidente Jair Bolsonaro. Ela é filha de Chico Otavio, profissional do O Globo . Querem derrubar o Governo, com chantagens, desinformações e vazamentos”, escreveu ele no Twitter.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Censo 2022 levantará dados para atualizar políticas públicas

Publicado

Começou na semana passada o censo demográfico, que foi adiado, em 2020, por causa da pandemia da covid-19, e em 2021, por conta de cortes no Orçamento. Até o início de novembro, recenseadores do IBGE estarão coletando dados sobre a população do país nos 5.570 municípios. Senadores ressaltaram a importância do levantamento para a aplicação de políticas públicas.

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Leia mais:  Forças Armadas têm papel limitado nas eleições, dizem especialistas
Continue lendo

Política Nacional

Governo começa a pagar auxílio de R$ 600, vale-gás e benefícios de R$ 2 mil de caminhoneiros

Publicado

Os beneficiários do Auxílio Brasil começam a receber, nesta terça-feira (9), o novo valor de R$ 600 e o vale-gás de R$ 110, a ser pago a cada dois meses. Já os caminhoneiros poderão sacar duas parcelas de R$ 1.000 na quarta-feira (10) e os taxistas no dia 16. Tanto o aumento dos benefícios e os auxílios aos motoristas profissionais valerão até dezembro. O consultor do Senado, Pedro Nery, declarou que a alta da inflação dos últimos anos pressionou o governo pelo aumento dos benefícios.

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Leia mais:  Forças Armadas têm papel limitado nas eleições, dizem especialistas
Continue lendo

Política Nacional

Manifestos pela democracia são reações bem-vindas, diz Pacheco na OAB

Publicado

Homenageado nesta segunda-feira (8) pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o presidente do Senado e do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco, afirmou que declarações como o Manifesto em Defesa da Democracia, divulgado pela ordem, são sempre bem-vindas e que a democracia é o melhor caminho para o país. Pacheco foi homenageado com a medalha Raymundo Faoro, dedicada a personalidades que se destacam na preservação do Estado democrático de direito.

De acordo com o presidente do Senado, em momentos de “bifurcação nacional”, a OAB, quando instada a se manifestar, sempre escolheu o “caminho da luz, da democracia, da lei e da obediência constitucional”. Para ele, qualquer manifestação contra o Estado democrático de direito e o sistema eleitoral merece uma reação da sociedade e é isso que tem sido feito por meio de declarações e cartas em defesa da democracia.

— Considero manifestações muito bem-vindas, muito importantes de serem feitas, e repito: não é algo que seja direcionado A ou a B, tampouco  que revele algum tipo de preferência eleitoral ou partidária, mas uma afirmação em defesa da democracia, da Constituição, em defesa do país. O manifesto feito pela Ordem dos Advogados do Brasil mereceu também meu aplauso. Como disse no meu pronunciamento, a OAB nunca fugiu da sua responsabilidade de defender a democracia e a Constituição — disse Pacheco.

Leia mais:  Bolsonaro recebe líder do governo na Câmara para tratar de articulações

O presidente nacional da OAB, Beto Simonetti, destacou a trajetória de Pacheco como advogado, quando foi o conselheiro federal mais jovem da ordem.  Também lembrou projetos apresentados por ele quando foi deputado e sua atuação na presidência do Senado, especialmente com a aprovação do PL 5284/2020, transformado na Lei 14.365, de 2022,  que atualizou o Estatuto da Advocacia. Ele também destacou o papel do presidente do Senado na preservação do processo eleitoral.

— Também faço questão de registrar neste momento a importância de sua voz na preservação do processo eleitoral e das urnas eletrônicas. Vossa Excelência sabe como ninguém que a realização de eleições limpas é um pressuposto basilar da democracia.  Nobres colegas, a comenda que conferimos hoje rememora a história de Raymundo Faoro e nos enche de fé. Vale a pena resistir aos tempos difíceis — disse Somonetti durante a homenagem.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262