conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo exigiu carta de representação e não seguiu com tratativa de compra de vacina

Publicado


O Governo de Mato Grosso esclarece que foi feito contato apenas por e-mail, em março, por Helder Mello, que se apresentou como representante da empresa Davati Medical Supply. O e-mail foi encaminhado para secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, com oferta de vacinas contra a Covid-19 da fabricante Johnson & Johnson.

Em uma única resposta, o secretário requereu a Carta de Representação da empresa com a fabricante.

O documento é condição obrigatória para que o Estado inicie qualquer negociação de compra de vacina, por se tratar de instrumento comprobatório e de segurança jurídica de que seja de fato uma empresa credenciada à fabricante e não apenas de intermediários.

Como a carta não foi apresentada, o governo não deu sequência a nenhuma tratativa com a empresa, seja de preço ou forma de pagamento, e não respondeu a mais nenhum e-mail.

O governo ainda reforça que nenhum contato foi feito diretamente ao governador Mauro Mendes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Saiba como retirar a sua certidão de casamento atualizada pela internet para o censo do MT Prev
publicidade

Mato Grosso

Quatro motoristas são presos por embriaguez ao volante neste domingo em Cuiabá

Publicado


Quatro motoristas foram presos por embriaguez ao volante durante a Operação Lei Seca, realizada neste domingo (17.10) no Km 05 da Rodovia MT-040 (Palmiro Paes de Barros), que liga Cuiabá a Santo Antônio de Leverger. Além das quatro prisões, 16 pessoas foram flagradas dirigindo sem possuir habilitação.

Ao todo, a 56ª edição da operação fiscalizou 134 veículos, realizando o mesmo quantitativo de testes de alcoolemia. Na ocasião, três motoristas foram autuados por se recusarem a fazer o teste de alcoolemia.

Foram lavrados um total de 85 Autos de Infração de Trânsito (AITs), entre eles: 16 por conduzir veículo sob efeito de álcool, 31 por dirigir veículo sem registro ou não licenciado. Além de 15 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) lavrados para condutores que dirigiam sem possuir habilitação, uma pessoa também teve um TCO lavrado por desacato a autoridade.

Dos 134 veículos fiscalizados, 56 foram autuados. Além disso, a operação removeu 47 veículos por irregularidades, sendo 40 carros e sete motocicletas. Um total de 15 documentos foram recolhidos, sendo 11 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e quatro Comprovantes de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Leia mais:  Técnicos do Ministério da Saúde realizam pesquisa em diversos bairros de Cuiabá e Várzea Grande

A Lei Seca é uma operação integrada, coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Nessa edição contou com a participação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTRAN); Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e do Serviço de Operações Especiais (SOE) do Sistema Penitenciário.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Presidente do Indea de MT está entre as 100 mulheres mais influentes do agronegócio do país

Publicado


A presidente do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), Emanuele de Almeida, é destaque da Lista Forbes dessa semana, em homenagem ao Dia da Mulher Rural, comemorado em 15 de outubro. Emanuele está entre as 100 mulheres brasileiras apontadas pela publicação como as “Mais Poderosas do Agro”.

Ela, que é advogada, assumiu a presidência do Indea em janeiro deste ano. O órgão é responsável pelo controle sanitário e por monitorar o maior rebanho bovino brasileiro, com 30,9 milhões de animais.

“Na lista, a Forbes procurou selecionar representantes do movimento de mudança no campo. São mulheres que se destacam em diferentes setores do agronegócio: elas estão presentes na produção de alimentos de origem vegetal e animal, na academia, na pesquisa, nas empresas, em foodtechs, em consultorias, em instituições financeiras, na política, nas entidades e nos grupos de classe e, mais do que nunca, nas redes sociais”, destacou a publicação.

Emanuele está há sete anos no órgão e promete um movimento de desburocratização e descentralização, em busca de maior celeridade às demandas dos produtores mato-grossenses.

Leia mais:  Servidores de unidades prisionais recebem primeira dose da vacina contra Covid-19

Confira a íntegra da reportagem.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Domingo (17): Mato Grosso registra 543.072 casos e 13.885 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (17.10), 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.885 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 153 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.047 estão em isolamento domiciliar e 526.506 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 93 internações em UTIs públicas e 42 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 28,35% para UTIs adulto e em 7% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.748), Várzea Grande (39.573), Rondonópolis (38.164), Sinop (26.156), Sorriso (18.352), Tangará da Serra (17.780), Lucas do Rio Verde (15.689), Primavera do Leste (14.767), Cáceres (11.899) e Alta Floresta (10.661).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia mais:  Mais de 19 mil pessoas já foram atendidas no Centro de Triagem da Covid-19

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (16.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.638.726 casos da Covid-19 no Brasil e 603.152 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.627.476 casos da Covid-19 no Brasil e 602.669 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (17.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia mais:  Censo previdenciário pode ser feito on-line por quem não mora nas cidades polo

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262