conecte-se conosco


Entretenimento

“Harry Potter”, “O Segundo Sexo” e os livros inestimáveis escritos por mulheres

Publicado

Segundo o estudo de Temma Kaplan “Das Origens Socialistas do Dia Internacional da Mulher”, o Dia da Mulher começou a ser celebrado em fevereiro de 1909, nos Estados Unidos. À época, manifestações e marchas uniam o movimento socialista ao sufragista para lutar por direitos políticos, sociais e trabalhistas, para um dia dar espaço a grandes literatas, como J. K. Rowling, criadora de “Harry Potter”.

Leia também: Transexual exorciza seus demônios por meio da arte e de seu “corpo militante”


J K Rowling, Simone de Beauvoir e outras obras memoráveis escritas por mulheres
Divulgação

J K Rowling, Simone de Beauvoir e outras obras memoráveis escritas por mulheres

Além de Temma Kaplan, a literatura
contou com muitos nomes femininos. Mulheres que escreveram obras inesquecíveis, inestimáveis, como ” Harry Potter
” de, J. K .
Rowling, e ” O Segundo Sexo
“, de Simone de Beauvoir. No Brasil, as celebrações do Dia Internacional da Mulher, que acontece nesta sexta-feira (08), estão a todo vapor.

Leia também: Infância homofóbica de Édouard Louis é a matéria-prima para “O Fim de Eddy”

Com base nisso, o iG Gente
resolveu enaltecer os livros mais memoráveis escritos por mulheres.

  • Emily Brontë – “Morro dos Ventos Uivantes”

Morro dos Ventos Uivantes
Divulgação

Morro dos Ventos Uivantes

Lançado em 1847, o “Morro dos Ventos Uivantes” foi a única obra da britânica Emily Brontë. Atualmente um clássico, no século XIX o livro foi alvo de fortes críticas. Sob o tema obsessão e romance, o livro atravessou gerações ganhando adaptações para a televisão e para o cinema.

Na história, Heathcliff, um menino pobre de origem desconhecida é adotado por uma família rica. O clímax acontece quando ele desenvolve uma intensa relação com Cathy, sua irmã adotiva mais nova.

  • J. K Rowling – Saga “Harry Potter”

Harry Potter
Divulgação

Harry Potter

Em 1997 Joanne Rowling lançava o primeiro livro da saga do bruxinho. Em pouco tempo os livros ganharam popularidade mundial, recebendo múltiplos prêmios e vendendo mais de 400 milhões de cópias. Ainda no ano de lançamento, a história do bruxo que dá nome a saga foi incluída na lista de livros mais vendidos da história.

Leia mais:  Mulher de ator de “The O.C.” diz que foi traída e expõe amante no Instagram

O livro conta as desventuras de Harry, um jovem que foi adotado pelos tios após seus pais morrerem de maneira trágica. Ao atingir a adolescência, eventos sobrenaturais começam a orbitar a rotina do garoto, que logo recebe o convite para matricular-se em Hogwarts, escola de magia e bruxaria, comandada por Albus Dumbledore.    

  • Agatha Christie – “O Assassinato no Expresso do Oriente”

Assassinato no Expresso Oriente
Divulgação

Assassinato no Expresso Oriente

Lançado em 1934, “O Assassinato no Expresso Oriente” é uma das obras mais icônicas da britânica Agatha Christie, escritora que se destacou no subgênero romance policial, tendo ganhado em vida a alcunha de Dama do Crime. 

Na trama, que também já foi adaptada para o cinema, uma tempestade de neve faz com que o Expresso Oriente pare. No dia seguinte, um homem é encontrado morto em sua cabine com doze facadas. Com o trem preso na neve, Hercule Poirot tenta desvendar o mistério.

  • Eliane Brum – “A Menina Quebrada”

A Menina Quebrada
Divulgação

A Menina Quebrada

Lançado em 2013, “A Menina Quebrada” de Eliane Brum ganhou um Prêmio Açorianos na categoria Melhor Livro do Ano. Conhecida por publicar livros-reportagem, a autora é dona de obras e perfis que imergem o leitor em realidades angustiantes.

Seguindo a mesma linha, “A Menina Quebrada” reúne 64 textos escritos entre 2009 a 2013 pela escritora. No decorrer das páginas, ela discorre, dando tom pessoal, sobre as singularidades da vida – colocando o leitor em modo de reflexão sobre diferentes assuntos.

  • Clarice Lispector – “A Hora da Estrela”

A Hora da Estrela
Divulgação

A Hora da Estrela

Lançado em 1977, o livro é um romance que conta a história da datilógrafa Macabéa, que migra para o Rio de Janeiro, tendo sua rotina narrada pelo escritor fictício Rodrigo S. M. Durante as desventuras da personagem, a autora expõe o íntimo da mulher, trazendo questões filosóficas e existenciais à tona. Adaptado para o cinema, o livro é um dos maiores sucessos da escritora.

Originalmente nascida na Ucrânia, Clarice dizia não ter nenhuma ligação com o País: “Naquela terra eu literalmente nunca pisei: fui carregada de colo”. 

  • Elena Ferrante – “A Amiga Genial”
Leia mais:  Danilo Gentili é criticado por incluir Lula na treta de Gusttavo Lima

A Amiga Genial
Divulgação

A Amiga Genial

Lançado em 2011, “A Amiga Genial” é uma das obras mais famosas da italiana Elena Ferrante.  Formada por quatro romances, o livro conta a história de duas amigas ao longo de suas vidas. Envolvendo temas como maternidade, casamento, relações entre homens e mulheres, a obra têm um rodízio de narradores e é aclamada pelo público e pelo crítica. O sucesso é tanto que o livro está sendo adaptado para a TV pela HBO
.

  • Maria José Dupré – “Éramos Seis”

Éramos Seis
Divulgação

Éramos Seis

Legitimamente brasileira, Maria José Dupré lançou “Éramos Seis”, sua obra mais célebre, em 1943. O livro conta a história de Dona  Lola, uma bondosa mulher que faz de tudo pela felicidade de sua família. A obra cobre cerca de duas décadas, iniciando na década de 1920, no período final da República Velha, e terminando em 1942, durante a II Guerra Mundial, no final do Estado Novo. À época, a escritora ganhou um Prêmio Jabuti e um Raul Pompéia da Academia Brasileira de Letras.

  • Harper Lee – “O Sol é Para Todos”

O Sol É Para Todos
Divulgação

O Sol É Para Todos

Lançado em 1960, “O Sol é Para Todos” é considerado uma das obras mais memoráveis da escritora Harper Lee, tendo ganhando um Prêmio Pulitzer no seu ano de publicação.  O livro vendeu mais de 30 milhões de exemplares e rendeu a Medalha Presidencial a Harper por todas as suas contribuições à literatura. Em 1963, a obra ganhou adaptação para o cinema, se tornando também um clássico da sétima arte.

  • Menção honrosa: Simone de Beauvoir – “O Segundo Sexo”

Segundo Sexo
Divulgação

Segundo Sexo

Leia também: “Refugiados: A Última Fronteira” recompõe crise dos refugiados sob olhar único

Lançado em 1949, “O Segundo Sexo” fecha a lista que começou com ” Harry Potter
“. O sucesso foi tanto que a obra tornou-se um dos livros mais importantes para o movimento feminista. No livro, Simone de Beauvoir
faz uma análise detalhada da opressão das mulheres na sociedade e as situações as quais são condicionadas, mesmo não querendo. A autora também discorre sobre as esferas sexuais, comportamentais, psicológicas e políticas.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Monica Benini, esposa de Júnior Lima, passa por cirurgia de emergência

Publicado

Monica Benini e Junior Lima estão juntos desde 2013
Reprodução/Instagram

Monica Benini e Junior Lima estão juntos desde 2013

Monica Benini, esposa de Júnior Lima, contou que foi operada às pressas neste fim de semana após sofrer com fortes dores abdominais. A influenciadora contou nesta terça-feira (5) que passou mal e precisou ir às pressas ao pronto-socorro. 

“Para servir de alerta para a gente nunca camuflar as dores que sentimos, sempre checar e nunca se automedicar”, disse no texto, que explica o acontecido. Segundo Monica, os sintomas começaram leves e se agravaram. 

“De domingo para segunda, comecei a sentir uma sensação de azia. Ontem a dor começou a aumentar e estava brincando com o Otto e não consegui caminhar direito. Quase desmaiei. Liguei por Junior e ele veio correndo… Pensei: se estou sentindo dores que nunca senti é porque está acontecendo alguma coisa”, disse.

Leia mais:  Atriz de Poliana Moça diz que foi orientada a esconder sua sexualidade

Após bateria de exames, ela descobriu que estava com apendicite. “Não ando só. Obrigada, anjo da guarda”, afirmou ela. 


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

David Harbour diz ter passado fome em preparação de ‘Stranger Things’

Publicado

Ator perdeu 36 quilos para a mudança do personagem
Reprodução 05.07.2022

Ator perdeu 36 quilos para a mudança do personagem

David Harbour, intérprete de Jim Hopper em “Stranger Things”, admitiu que passou fome para perder 36 quilos entre a terceira e quarta temporadas da série da Netflix. 

Em entrevista ao “BBC Breakafast”, David contou que o processo foi difícil para ele. “Não é fácil. É [necessário] muito tempo sem comer para perder tanto peso, passar fome”, contou o ator de 47 anos.

“Esse é o segredo. Se você ficou curioso sobre o segredo da dieta, é só não comer comida”, brincou. Apesar da brincadeira, qualquer dieta deve ser recomendada por um profissional. O ator detalhou que pesava 122 quilos e na temporada atual, 86. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Antes e depois: veja as mudanças do elenco de “Game ofThrones”
Continue lendo

Entretenimento

Ex-empresária de Britney Spears é acusada de envolvimento em tutela

Publicado

Britney Spears em casamento com Sam Asghari
Reprodução/Instagram 29.06.2022

Britney Spears em casamento com Sam Asghari

Britney Spears está processando a ex-empresária Lou Taylor, alegando que ela teve envolvimento no processo de tutela que durou 13 anos e acabou ano passado. Nesta terça-feira (5), documentos divulgados por Liz Day, do New York Times, mostram que a empresa de Lou, Tri Star, ganhou US$ 18 milhões com a tutela, quase R$ 100 milhões. 

Em documentos judiciais divulgados pela repórter, advogados de Britney acusam Tri Star de mentir ao afirmar que não desempenharam nenhum papel na criação da conservadoria, comandada pelo pai de Britney, Jamie Spears. 

Mathew Rosengart, advogado da cantora, alega que Lou Taylor  “auxiliou na criação da tutela, ajudou a facilitar a tutela e procurou ter a Tri Star instalada como co-conservadora”. Ele mostra trocas de e-mail Lou para Jamie e outros advogados do pai da cantora, duas semanas antes da aplicação da conservadoria, datados de janeiro de 2008. 

Leia mais:  'Pantanal': Guta não perdoa Tenório e debocha do pai

“Eu falei com as meninas sobre Andrew Wallet, ele e a Tri Star cooperarão com você”, diz o e-mail. Dois dias antes do início da tutela, o advogado de Jamie Spears mandou um e-mail para Lou Taylor.

“Encontramos um problema com nossa seleção de juízes… aquele [juiz] que não dará a Jamie o poder de administrar drogas psicotrópicas a Britney”, diz o e-mail, sugerindo que a ideia era de drogar a cantora. 

Para o portal Page Six, um dos advogados da Tri Star afirma que os e-mails são “materialmente enganosos”. “Como todas as evidências deixam bastante claro, a tutela foi criada por recomendação do advogado, não Tri Star, e aprovado pelo tribunal há mais de 12 anos”, afirmou. 

“Na verdade, a Tri Star nem era a gerente de negócios da tutela quando foi criada (…) Excertos de e-mails escolhidos a dedo não podem mudar os fatos, e é por isso que esse absurdo terminará de uma vez por todas quando os registros forem abertos”, apontou.

Britney prometeu processar a empresa em fevereiro, acrescentando na publicação do Instagram que o pai “adorava” Lou Taylor. A tri Star deixou de ser gerente dos negócios da cantora em novembro de 2020. O advogado de Britney alega que a empresa enriqueceu às custas da cantora. 

Leia mais:  Mulher de ator de “The O.C.” diz que foi traída e expõe amante no Instagram

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262