conecte-se conosco

Mato Grosso

MT registra aumento de apreensões e queda de registros de tráfico e uso de entorpecentes

Publicado


Mato Grosso tem ganhado destaque quando o assunto é o combate ao tráfico de drogas. De janeiro a setembro, o Estado aumentou em 25% a quantidade de entorpecentes apreendidos pelas forças de segurança, em comparação com o mesmo período do ano passado, além de apresentar redução de 14% nos registros de tráfico e uso de drogas.

Os dados são do Observatório da Segurança Pública, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Até setembro, quase 12 toneladas de drogas foram apreendidas pelas forças de segurança do Estado. No mesmo período de 2019, este número era de 9,5 toneladas. Já em relação a soma do número de ocorrências de tráfico e uso de entorpecentes, no ano passado tiveram 5.100 registros, enquanto neste ano o número caiu para 4.399 ocorrências.

Se levar em consideração o número de apreensões de drogas por Região Integrada de Segurança Pública (RISP), a de Cáceres, que reúne 12 municípios da região Oeste, está no topo, com aumento de 637% das apreensões. Somente neste ano, a RISP 6 realizou a apreensão de 1,6 tonelada de drogas, enquanto em 2019 apenas 222 kg de entorpecentes foram apreendidos. 

Leia mais:  Mato Grosso equilibrou as finanças e recuperou a credibilidade, afirma secretário de Fazenda

Inserido na RISP de Cáceres, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) tem ganhado destaque por sua atuação, principalmente na apreensão de entorpecentes. A este fator, o comandante do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas, atribui o apoio da Sesp e a participação de Mato Grosso na Operação Hórus, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

“A Sesp tem respaldado nossa atuação, principalmente com relação a recursos financeiros, que possibilitam o aumento de efetivo nas operações. Outro fator é a participação de nosso estado na Operação Hórus, que ocorre nos estados que fazem fronteira com outros países com foco nos crimes transnacionais e tráfico de drogas”, destacou Ricas. 

Para o comandante, a operação também possibilitou um reforço de efetivo não só do Gefron, mas também da Polícia Militar e da Polícia Judiciária Civil (PJC), propiciando uma maior e melhor atuação na faixa de fronteira.

Outras RISP’s como a de Juína, Primavera do Leste e Vila Rica, também apresentaram aumento na apreensão de entorpecentes, tendo como índices 313%, 219% e 108%, respectivamente. Na Risp de Cuiabá, o aumento foi de 42%, sendo 2,1 toneladas apreendidas em 2019 para 3 toneladas neste ano.

Leia mais:  Esporte solidário: MT Hemocentro organiza evento que reúne atletas para doar sangue

Para o delegado titular da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, este resultado já está evidente, principalmente nas investigações qualificadas que a PJC tem realizado ao longo do ano.

“Sem sombras de dúvidas, esses resultados são fruto de um novo modelo de política de Segurança Pública implantado nessa gestão. São dois fatores deste modelo que têm surtido efeito: o primeiro é o trabalho integrado entre as forças de segurança e o segundo ponto é a utilização das inteligências policiais, porque isso propicia que você esteja um passo à frente do traficante”, pontuou o titular da DRE.

Armas

A apreensão de armas em Mato Grosso se manteve praticamente estável, registrando aumento de 2%. Em 2019, 1.646 armas foram apreendidas e neste ano já foram 1.674 apreensões.
Entre as regionais que mais apresentaram aumento estão a de Água Boa (50%), Alta Floresta (47%), Barra do Garças (41%) e Tangará da Serra (25%).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Domingo (24): Mato Grosso registra 208.088 casos e 4.968 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (24.01), 208.088 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.968 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 341 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 208.088 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.296 estão em isolamento domiciliar e 193.762 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 283 internações em UTIs públicas e 319 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,43% para UTIs adulto e em 37% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.380), Várzea Grande (13.815), Rondonópolis (13.840), Sinop (11.009), Tangará da Serra (9.173), Sorriso (9.048), Lucas do Rio Verde (8.388), Primavera do Leste (6.367), Cáceres (4.838) e Nova Mutum (4.373).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 178.572 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.271 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último sábado (23), o Governo Federal confirmou o total de 8.816.254 casos da Covid-19 no Brasil e 216.445 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.753.920 casos da Covid-19 no Brasil e 215.243 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de domingo (24).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Leia mais:  Entidades debatem lei da Pesca em Mato Grosso

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Remessa com 24 mil doses da vacina de Oxford será destinada aos trabalhadores da saúde

Publicado


O Governo de Mato Grosso recebeu, neste domingo (24.01), 24 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford. O quantitativo foi encaminhado pelo Ministério da Saúde e será totalmente destinado aos trabalhadores que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus. 

Diferente da primeira remessa – em que foram encaminhadas 126 mil doses para imunizar cerca de 63 mil pessoas, com 2 doses para cada -, neste lote o Ministério da Saúde decidiu encaminhar os imunizantes relativos especificamente à primeira dose, de forma que todo o quantitativo será utilizado na primeira aplicação. 

A remessa com as unidades da segunda dose da vacina AstraZeneca será encaminhada posteriormente pelo Ministério da Saúde. 

“Vamos trabalhar muito para intensificar o ritmo da campanha de vacinação. É importante reforçar que essas vacinas serão utilizadas prioritariamente para imunizar os trabalhadores da saúde à frente do combate ao coronavírus”, disse o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Como este é um imunizante diferente daquele já distribuído, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) irá elencar junto ao Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems-MT) o público prioritário que integra o grupo de trabalhadores da saúde. Depois do alinhamento, será feita a distribuição proporcional aos municípios. 

Leia mais:  Entidades debatem lei da Pesca em Mato Grosso

No momento, as equipes da Vigilância Estadual trabalham na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios. 

“O Estado repetirá toda a logística que já foi desenhada para a distribuição das doses da CoronaVac, contando com o apoio das equipes de segurança”, concluiu o secretário adjunto de Vigilância à Saúde em exercício, Oberdan Coutinho Lira.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Residência artística com fotógrafa e artista visual de Florianópolis abre inscrições

Publicado


Estão abertas as inscrições para o “Insights: residência de fotografia artística”, que será realizado de forma gratuita e online tendo como público alvo pessoas com conhecimentos básicos e intermediários em fotografia e que morem em Mato Grosso. A residência será conduzida pela artista visual e fotógrafa de Florianópolis, Lilian Barbon.

O projeto é uma realização da Oyá Produções que foi contemplado no edital MT Nascentes, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel) com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

Os interessados podem se inscrever até segunda-feira (25.01), por meio do formulário https://bityli.com/5amgn. A residência será realizada nos meses de fevereiro e março com encontros coletivos e individuais realizados pela internet.

De acordo com Lilian Barbon, a residência artística tem como objetivo a sensibilização do olhar dos participantes, com o intuito de fazer emergir em cada um deles, seu traço particular, sua poética artística. 

“Após diversos encontros sobre processos criativos, curadoria e criação de ensaios fotográficos, sempre enfocando a fotografia dentro do circuito das artes visuais, cada participante desenvolverá seu projeto individual, sendo orientado desde o início no desenvolvimento de sua pesquisa e em seu processo de trabalho”, comenta Lilian. 

Leia mais:  Sema suspende atividades do Parque Mãe Bonifácia

Para Amaury Santos, fotógrafo e produtor do projeto, a iniciativa dará oportunidade para fotógrafos de todo o estado. “Os participantes poderão desenvolver o seu olhar e começar a produzir esse tipo de fotografia em Mato Grosso, contribuindo com o desenvolvimento do cenário artístico e cultural do estado”.

Não é necessário ter equipamentos fotográficos profissionais para participar do projeto. Os alunos poderão utilizar até mesmo os seus smartphones, e durante a residência eles desenvolverão ensaios fotográficos artísticos que serão publicados em um e-book e farão parte de uma exposição fotográfica presencial, que será realizada em abril.  

Serviço

Residência de Fotografia Artística Online

Quando: fevereiro e março

Onde: online

Inscrições: de 19 a 25/01, gratuitas e limitadas – https://bityli.com/5amgn

Informações: projetoinsightsmt@gmail.com e instagram @projetoinsightsmt  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

R$ 156,72

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262