Connect with us

Bolsonaro comentou a prisão dos dois suspeitos no assassinado de Marielle Franco
Divulgação/Planalto

Bolsonaro comentou a prisão dos dois suspeitos no assassinado de Marielle Franco

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não se lembra do policial reformado Ronnie Lessa, suspeito de matar a vereadora Marielle Franco. A afirmação responde às suspeitas sobre uma suposta proximidade do presidente com Lessa, que tem uma casa no mesmo condomínio de Bolsonaro na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Leia também:  Polícia Civil cumpre novos mandados de busca após prisões no caso Marielle

“Não lembro dessa cara. Meu condomínio tem 150 casas”, disse Jair Bolsonaro sobre o suspeito de matar Marielle Franco
. Ele também afirmou que há outras pessoas em seu condomínio que já foram presas, entre elas, uma mulher por tráfico internacional de droga e um envolvido na Operação Lava Jato.

Sobre a afirmação de que seu filho mais novo, Jair Renan, teria namorado a filha de Ronnie Lessa, Bolsonaro afirmou que o jovem também não lembra da menina. “Meu filho Jair Renan disse naquele linguajar: ‘papai, namorei todo mundo no condomínio, não lembro dessa menina’”.

Leia mais:  Saiba o que acontece se Bolsonaro faltar ao depoimento na PF

As afirmações foram dadas em um café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto na manhã desta quarta-feira (13).

Leia também: Moro promete empenhar PF para impedir obstruções no caso Marielle

Além disso, após a prisão de Ronnie Lessa
e Élcio de Queiroz na manhã de terça-feira (12) – ambos suspeitos de serem os responsáveis pela execução de Marielle –  uma foto do presidente ao lado de Queiroz circulou nas redes sociais.

Em seu perfil em uma rede social, o suspeito, além das fotos com o presidente, fez campanha para Bolsonaro durante as eleições. Questionado a respeito, Bolsonaro respondeu que tem “milhares de fotos com milhares de policiais civis e militares do Brasil todo”.

O presidente Jair Bolsonaro
(PSL) havia afirmado, na terça-feira (12), que espera que as investigações tenham descoberto  quem foram os executores e os mandantes do assassinato
de Marielle e seu motorista, Anderson Gomes.

“Espero que realmente a apuração tenha chegado de fato a quem foram os executores, se é que foram eles, e a quem mandou matar”, disse Bolsonaro  em entrevista coletiva. Ele afirmou que acredita ser possível ter havido um mandante na morte de Marielle Franco
.

Leia mais:  CDH acolhe denúncias de desrespeito a trabalhadores de redes de fast food

Comentários Facebook
Advertisement

Política Nacional

Marco regulatório da energia offshore é aprovado na CI

Published

on

A Comissão de Infraestrutura (CI) aprovou nesta quarta-feira (17) projeto que estabelece um marco regulatório para a chamada produção de energia offshore. O projeto (PL 576/2021), que deve seguir diretamente para a Câmara dos Deputados, define regras para a exploração de energia eólica, solar ou das marés em alto-mar e também em corpos de água internos, como lagos. O autor, Jean Paul Prates (PT-RN), e o relator, Carlos Portinho (PL-RJ), esperam que o marco legal permita o aproveitamento do potencial energético do país nessa área.

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Leia mais:  Senado: votação de autoridades somente depois das eleições
Continue Reading

Política Nacional

Ferryboats Maranhão

Published

on

Comissão Temporária Externa para avaliar os ferryboats que fazem travessia entre São Luís (MA) e o continente encerra reunião sem definir presidente e relator. O próximo encontro foi agendado para terça-feira (23)

Mais informações a seguir

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Leia mais:  Projeto prevê escolta armada no transporte de armamentos
Continue Reading

Política Nacional

Comissão adia análise da inclusão de consumo médio na conta de luz

Published

on

Por falta de quórum na Comissão de Infraestrutura (CI) nesta quarta-feira (17), foi adiada a votação do Projeto de Lei do Senado (PLS) 365/2016, que obriga as concessionárias e permissionárias de distribuição de energia elétrica a informar nas contas o consumo médio da região, em relação ao consumo individual. Isso permitiria aos consumidores comparar seu consumo ao de usuários da mesma região.

O objetivo do projeto do senador Otto Alencar (PSD-BA) é incentivar o consumidor a reduzir seus gastos, promovendo a eficiência energética e reduzindo a necessidade de intervenções no meio ambiente.

Na reunião, foi lido o substitutivo do relator, senador Jean Paul Prates (PT-RN). Ele acolheu sugestão contida em emenda do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que tipifica os consumidores conforme a faixa econômica, para que a comparação entre o consumo individual e o consumo médio seja “mais realista”.

Fatura

O texto acrescenta à Lei 9.427, de 1996 (Lei da Agência Nacional de Energia Elétrica), a necessidade de a fatura de energia elétrica conter, “de forma destacada e didática”, o consumo mensal da unidade consumidora e o das unidades enquadradas na mesma modalidade tarifária na área de concessão, assim como o consumo mensal das unidades consumidoras mais eficientes da região.

Leia mais:  Ciro reage a movimento na 3ª via: "Muitos vão ceder, mas não serei eu"

Os consumidores mais eficientes serão informados anualmente, pelos concessionários ou permissionários, da contribuição que deram à conservação de energia. O substitutivo de Jean Paul Prates definiu no texto como “eficientes” os consumidores que ficarem entre os 25% com menor uso de energia elétrica dentro da área de concessão.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262