Connect with us

O Palmeiras foi à Fortaleza (CE) para medir forças com a equipe do Ceará pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro 2022, neste sábado (30). Com a vitória por 2 a 1, gols de Dudu, aos 30, e Flaco López, aos 46 do primeiro tempo – depois, o colombiano Mendoza, de pênalti, diminuiu para o time da casa aos 34 da etapa final –, o Verdão foi a 42 pontos na tabela e, no mínimo, manteve a vantagem de quatro pontos na liderança em relação à rodada anterior, quando encerrou quatro pontos à frente do vice-líder Corinthians, que recebe o Botafogo hoje, às 19h.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

De quebra, com o resultado, o Palmeiras melhorou ainda mais uma marca do Brasileirão 2022 que detém com exclusividade: no cenário visitante, é o único time que não perdeu fora de casa: em dez duelos, conquistou 22 dos 30 pontos possíveis, com seis vitórias (Juventude, Santos, Coritiba, São Paulo, América-MG e Ceará) e quatro empates (Goiás, Flamengo, Avaí e Fortaleza). Vale lembrar que o Verdão também é o time que impôs nesta edição a maior série invicta já atingida neste Brasileirão, independentemente do mando de campo – 13 jogos, entre a 2ª e 14ª rodada.

Além de líder do Campeonato Brasileiro e melhor visitante, o Palmeiras domina outras estatísticas na atual edição do Nacional. É o time que mais venceu (12 jogos), menos perdeu (duas derrotas), melhor saldo de gols (19), melhor ataque (33 gols), melhor defesa (14 gols sofridos).

pelo fato de ter sofrido um único gol neste duelo, além de reforçar a marca de detentor da melhor defesa do Brasileirão 2022, passou a se destacar ainda mais na temporada, considerando os jogos disputados por quaisquer competições, em comparação a todos os outros clubes que figuram na Série A do Brasileiro. É o dono da melhor defesa do Brasil em 2022, isoladamente, com 30 gols sofridos nos 50 duelos disputados pela temporada (média de 0,6 por partida, seguido pelo próprio Ceará, agora com 0,64 – 29 gols sofridos em 45 jogos disputados em 2022).

Aliás, com estes números na temporada de 2022 (50 jogos, 36 vitórias, 10 empates, 4 derrotas, 102 gols marcados e 30 sofridos), essa média de 0,6 gol sofrido por jogo faz do Verdão de 2022, de Abel Ferreira, a terceira temporada menos vazada da história do clube em comparação com outras temporadas alviverdes anteriores, atrás só dos 0,56 gol sofrido por jogo de 1973 (quando foi vazado 50 vezes em 89 jogos) e da marca recordista de 0,54 de 1972 (44 gols sofridos em 81 jogos) – ambos os times dirigidos por Oswaldo Brandão, conhecidos como ‘A Segunda Academia’.

pelo fato de sofrer poucos gols em 2022, quase como consequência, o Verdão pouco é derrotado. Com isso, os quatro reveses nas 50 partidas disputadas nesta temporada representam 8% de derrotas em seus jogos e, com isso, é o terceiro menor percentual em comparação com outras temporadas alviverdes anteriores, atrás de 1972, com 6% (cinco derrotas em 81 jogos), e 1930, com o recorde de 5% de reveses no total de jogos (dois em 39).

Além de melhor defesa da temporada 2022 dentre todos os clubes da elite, o Verdão também é dono do melhor aproveitamento de pontos (78,67%, seguido pelo Fluminense, com 70,75%) e do melhor ataque, tanto na média – com 2,04 gols por partida (102 gols marcados em 50 jogos), seguido por Flamengo, com 1,83 (88 gols marcados em 48 jogos) – quanto em números absolutos, o Alviverde também é o líder, com 100 bolas na rede, seguido pelo Flamengo, com 88.

Vale lembrar que o Palmeiras foi superado em apenas cinco ocasiões nos últimos 57 jogos que disputou, obtendo sendo outras 40 vitórias e 12 empates. Como visitante, nos 26 jogos mais recentes, são 15 vitórias, nove empates e apenas duas derrotas.

E as marcas surpreendentes não acabam por aí. O fato de ter superado o Ceará no Castelão rendeu ao Palmeiras um retrospecto superior ao do Vozão levando em conta apenas os números nesse próprio estádio. Antes de entrarem em campo pela 20ª rodada, neste sábado (30), a história registrava duas vitórias para cada lado e seis empates. Agora, são três triunfos palmeirenses contra dois do alvinegro cearense no local, por qualquer competição.

Leia mais:  Com gol de Pedro, Flamengo vence o Goiás por 1 a 0 no Maraca

E se o Palmeiras se tornou superior contra o Ceará no Castelão, levando em conta seus números nesta cancha, diante de qualquer adversário, de quebra, o Alviverde passou a não ter mais retrospecto negativo no estádio – um dos poucos de sua história no qual levava desvantagem numérica. Antes de a bola rolar, em um total de 19 jogos, eram quatro vitórias do Palmeiras, cinco para os demais adversários e dez empates. Agora, o Verdão equilibrou os números no local com cinco vitórias para cada lado. Além do Fortaleza, o Alviverde já enfrentou nesta cancha também as equipes do Ceará, Flamengo-RJ e até o alemão Borussia Dortmund (quando goleou por 6 a 1 em 1996 pela Copa Euro-América).

No Castelão, aliás, esta é a segunda vez do Verdão atuando no local nos últimos 20 dias, pois, em 10 de julho, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o já então líder Palmeiras foi à capital cearense para enfrentar o ainda lanterna Fortaleza, no último dia 10. As equipes empataram sem gols e, com o ponto somado, o Alviverde ainda assim ampliou sua minimamente sua vantagem na tabela em relação ao segundo colocado da rodada anterior. Um fato, entretanto, marcou aquele duelo: aos 44 do segundo tempo, quando o Palmeiras atacava com todas as suas forças e sobressaía na partida, o prélio uma queda de energia tomou conta do Castelão, gerando a paralização do duelo – o que por si só já esfriaria a partida, mesmo com uma eventual retomada. A arbitragem, então, aguardou os 30 minutos previstos no regulamento e, devido ao fato de que o jogo já estava em sua reta final (a um minuto do fim do tempo regulamentar), optou por encerrar a peleja.

Já na Capital Alencarina, de forma geral, o Verdão já possuía números extremamente favoráveis, e hoje melhorou ainda mais: agora um total de 32 jogos, chegou à sua 13ª vitória em Fortaleza, contra sete vezes em que fora superado, além de outros 12 empates; marcou 57 gols (já com os dois de hoje) e foi vazado 35 vezes. Nesta cidade, o Verdão já teve como adversários o Borussia Dortmund-ALE (uma vez), o próprio Ceará (17 vezes – aliás, o rival mais vezes visitado), o Estrela do Mar (uma vez), o Flamengo (uma vez), o Fortaleza (dez vezes), o Manguary (uma vez) e a Seleção do Ceará (uma vez).

E levando em conta somente o Brasileirão, este foi o 20º jogo do Palmeiras em Fortaleza, que acumula 7 vitórias, 6 empates e 7 derrotas. Portanto, em sua 20ª partida nesta capital, ao sair vitorioso, além dos três pontos, passou a equilibrar os números na cidade também só pelo Nacional.

DESTAQUES INDIVIDUAIS

Com o gol que abriu o placar da vitória palmeirense, o atacante Dudu, no Palmeiras desde 2015 – com uma passagem de um ano pelo futebol árabe –, marcou o seu tento de número 82, se isolando como 25º maior artilheiro da história do Palmeiras (antes, dividia essa posição com os ídolos Canhotinho (meia-atacante dos anos 40 e 50) e Julinho Botelho (ponta-direita do Verdão nos anos 50 e 60).

Dudu chegou hoje ao seu jogo de número 379 pelo Verdão e, com isso, já é o 18º atleta que mais atuou pelo clube em todos os tempos – neste século, já lidera a lista, tanto de jogos (379) quanto de gols (81). Dentre tantas outras marcas (jogador com mais jogos, vitórias, gols e assistências no Allianz Parque desde a inauguração em 2014; maior campeão pelo clube no Século XXI; jogador com mais edições seguidas de Libertadores disputadas na história do clube), o Baixinho parece não querer parar tão cedo de colecionar marcas com o manto esmeraldino.

Outro destaque do duelo foi o atacante argentino Flaco López, recém-contratado (no último mês), juntamente do também atacante Merentiel (uruguaio), fez seu terceiro jogo pelo Verdão e marcou um gol pela primeira vez – o segundo da partida, levando o Alviverde à vitória parcial por 2 a 0 (no duelo que terminaria com triunfo por 2 a 1).

Leia mais:  Começa semana de estreia no Gauchão

Os dois jogos anteriores de López, camisa 18, foram no último dia 21, contra o América-MG, fora (estreia), e no dia 24, contra o Internacional, em casa (vitórias por 1 a 0 e 2 a 1, respectivamente). Logo em seu debute, ele havia entrado aos 10 do segundo tempo no lugar do também estreante Merentiel (camisa 9) e, por muito pouco, já não marcou um gol logo em sua primeira partida – e seria um golaço (isso foi quando o Verdão já vencia por 1 a 0, e então Mayke ajeitou de cabeça para o centroavante na área do América-MG – então o argentino chutou de letra e a bola passou muito perto da trave).

López é o 46ª jogador argentino a defender o Palmeiras em toda a história – nenhum outro clube de São Paulo registra tantos atletas do país vizinho quanto o Verdão. O primeiro foi Novelli, meia que participou da campanha do título paulista em 1934, ainda nos tempos de Palestra Italia. Já o mais recente havia sido o zagueiro Nico Freire, integrante do elenco campeão brasileiro em 2018.

Com as presenças de Merentiel e López, agora, o Palmeiras conta com seis jogadores de outra nacionalidade em seu plantel. Além da dupla de atacantes, o Verdão conta com o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez, com o zagueiro chileno Kuscevic, com o lateral-esquerdo uruguaio Piquerez e com o meio-campista colombiano Atuesta.

COMO FICOU: PALMEIRAS x CEARÁ (HISTÓRICO GERAL)

No total dos 35 confrontos disputados contra o Vozão, o Palmeiras leva a melhor, agora com 20 vitórias, 10 empates e 5 derrotas sofridas, além de 74 gols marcados e contra 31 vezes em que fora vazado pelo adversário da vez.

PAI DE HUMORISTA CHICO ANYSIO INTERMEDIOU 1º PALMEIRAS X CEARÁ DA HISTÓRIA

Palmeiras e Ceará se enfrentaram pela primeira vez em 1938 – o Verdão, à época, ainda se chamava Palestra Italia (passaria a ser Palmeiras em 1942).

O clube alviverde, na ocasião, recebeu convite para excursionar pelo estado nordestino e enfrentar o Vozão por intermédio do presidente do clube Alvinegro Cearense à época, Francisco Anysio de Oliveira Paula, pai do humorista Chico Anysio, que se encantou pelo Palestra Italia e declarou amor o Alviverde até o fim de sua vida.

Na ocasião, em 24 de novembro de 1938, o time palestrino bateu o escrete cearense por 5 a 1, com gols de Barrilote, duas vezes, Imparato, Feitiço e Luizinho, com grandes atuações também do goleiro Jurandyr, do Palestra, que, à época, também era figura constante na Seleção Brasileira.

ADVERSÁRIOS FREQUENTES NAS DÉCADAS DE 70 E 90; E A PARTIR DE 2010

Depois do primeiro duelo em 1938, as equipes se enfrentaram constantemente na década de 70, pelo Campeonato Brasileiro; na década de 90, sempre pela Copa do Brasil – época em que, inclusive, o Alviverde aplicou sua maior goleada sobre o Ceará (6 a 0 pela Copa do Brasil de 1998, no Palestra Italia).

Depois, se enfrentaram uma única vez, isolada, na primeira década dos anos 2000 (em 2003, pela Série B do Nacional), até que, a partir de 2010, passaram a novamente terem seus caminhos cruzados novamente pelo Campeonato Brasileiro, após o Ceará passar a frequentar mais constantemente a Série A (2010, 2011, 2018, 2019, 2020, 2021 e, agora, 2022), com ressalva para o ano de 2013, quando se enfrentaram duas vezes pela Série B e 2020, temporada na qual, além da Série A do Brasileiro, se enfrentaram também pela Copa do Brasil (o Alviverde se classificou para as semifinais do Nacional de mata-mata contra o Vozão).

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke, aos 21’/2ºT), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez (Vanderlan, aos 21’/2ºT); Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Gabriel Menino, aos 42’/2ºT); Dudu (Breno Lopes, aos 42’/2ºT), Gustavo Scarpa e López (Rafael Navarro, aos 30’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

Gols: Dudu (30’/1ºT) (0-1), López (46’/1ºT) (0-2), Mendoza (34’/2ºT) (1-2)

Cartões amarelos (SEP): Murilo, Piquerez e Marcos Rocha

fonte: https://www.palmeiras.com.br/noticias/unico-visitante-invicto-palmeiras-bate-ceara-fora-e-defende-vantagem-na-lideranca-do-brasileiro/

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Advertisement

Esportes

Cuiabá abre semana visando jogo contra Atlético-GO

Published

on

Na reapresentação do elenco de jogadores após vitória de 1 a 0 em cima do Juventude na terça-feira à tarde, o Cuiabá iniciou sua preparação para o confronto direto contra o Atlético Goianiense, penúltimo colocado do Campeonato Brasileiro com 20 pontos.

O duelo está marcado para o próximo domingo, em Goiânia, no estádio Antônio Aciolly, às 17 horas (horário de MT).

Fora da zona de rebaixamento com 23 pontos na 16ª colocação, o ‘Dourado’ seguirá buscando o resultado positivo para se distanciar cada vez mais do risco de descenso à Série B da próxima temporada.

Depois da partida contra o ‘Dragão’ de Goiás, o time treinado pelo português Antônio Oliveira terá duas pedreiras na Arena Pantanal. No próximo dia 28 de agosto, num domingo, receberá o Santos como mandante. Logo em seguida, dia 4 de setembro, enfrentará o São Paulo novamente na capital mato-grossense. São jogos com adversários na disputa acirrada por vagas à próxima Taça Libertadores da América.

Para a partida contra o Atlético, o primeiro no reencontro com o ex-técnico Jorginho, o Cuiabá não poderá contar com o zagueiro Allan Empereur. O defensor levou o terceiro cartão amarelo na vitória contra o Juventude. Em sua vaga, António Oliveira tende a escalar mais uma volante, com o jovem Joaquim jogando ao lado de Marlon. Por sua vez, o meia Rodriguinho trabalha para sua recuperação de lesão muscular.

Leia mais:  CSA-AL e CRICIÚMA-SC empatam pelo serie B

Na janela de transferência, a diretoria do clube agiu de forma tímida no mercado. Contratou apenas o atacante Deyverson, meia Sidecley e o meia-atacante Gabriel Pirani, que já tem um gol marcado desde sua chegada.

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue Reading

Esportes

Flamengo desembarca em Curitiba e está pronto para jogo com Athletico-PR, pela Copa do Brasil

Published

on

O Flamengo encerrou na manhã de terça-feira, no Ninho do Urubu, a preparação para a partida contra o Athletico-PR, pelas quartas de final da Copa do Brasil. E no período da tarde a delegação embarcou para Curitiba.

O Mengão entra em campo nesta quarta-feira (17.08), na Arena da Baixada, às 21h30, no jogo de volta. Uma vitória classifica o Flamengo para as semifinais. Novo empate leva a partida para os pênaltis.

Ingressos para Athletico x Flamengo estão esgotados; quartas de final da Copa do Brasil.

Os ingressos para a torcida do Athletico Paranaense, que foram disponibilizados após o período de check-in dos Sócios, foram todos vendidos em pouco mais de uma hora.

As entradas para o setor visitante também estão esgotadas. Elas foram vendidas pelo Flamengo na semana passada.

Leia mais:  Na Ressacada, São Paulo empata com o Avaí pelo Brasileirão

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue Reading

Esportes

Ingressos esgotados para o confronto de Fluminense x Fortaleza

Published

on

O Fluminense anunciou nesta terça-feira que os ingressos estão esgotados para o jogo contra o Fortaleza, pela volta do confronto de quartas de final da Copa do Brasil, que acontece na quarta-feira, às 20h, no Maracanã. A carga total, incluindo gratuidades, cortesias e cadeiras cativas, é de aproximadamente 67,5 mil bilhetes.

Os check-ins de sócios tiveram início no sábado (06.08). Com poucas horas de vendas, mais de 19 mil ingressos já tinham sido adquiridos para o confronto.

Com o Fluminense tendo levado grande público para os jogos, a expectativa é de casa cheia na partida – no jogo de ida, o Fluzão venceu no Castelão por 1 a 0.

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Leia mais:  Cuiabá vence o Fortaleza na estreia da serie A
Continue Reading

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262