conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende 5, descobre fábrica de documentos falsos, apreende 30 kg de maconha e veículos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Cinco integrantes de uma organização criminosa que atuava no comércio, adulteração de veículos e documentos públicos foram presos pela Polícia Judiciária Civil, por meio de investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).

 O grupo criminoso agia a mando de detentos da Penitenciária Central do Estado (PCE) e com eles encontrados dezenas de cédulas de documentos de veículos, a maioria em branco, fotos avulsas 3×4, e cédulas de identidades e de carteira de CNH, além de 30 quilos de maconha e ferramentas usadas para falsificação de documentos públicos que eram usados para “esquentar” veículos e aplicação de golpes diversos.

A quadrilha agia em roubos de veículos, em especial, caminhonetes, que eram roubadas, adulteradas e atravessadas na Bolívia, retornando ao Brasil na forma de entorpecentes, que por sua vez seguiam para distribuição de pontos de drogas (bocas de fumo) da Grande Cuiabá.

As diligências investigativas foram realizadas durante todo o dia e noite de quarta-feira (27), resultando na prisão de duas mulheres (Rebeca Almeida Carvalho, 39, Eliane dos Santos Amorim, 44) e três homens Altemir Souza Marçal, 20 anos, e Alcir Batista de Oliveira Junior, 37, e Ederson Xavier de Lima, 36.

O trio (Rebeca, Eliane e Altemir) foi preso recentemente com veículos roubado. A suspeita Rebeca Almeida foi presa em Chapada dos Guimarães, com um Ford KA adulterado, e Altemir Souza em Várzea Grande, na semana passada, na posse de um Corolla Adulterado roubado. Ambos os suspeitos, na ocasião, foram conduzidos para audiência de custódia e liberados com adoção de medidas cautelares.

A prisão das duas mulheres e de Altemir ocorreu na tarde de quarta-feira (27) em uma residência no bairro Jardim Novo Horizonte, em Várzea Grande, que segundo apontamento das investigações era usada para esconderijo de veículos roubados. No local, os policiais encontraram a suspeita Eliane dos Santos em veículo Renault Oroch verde, estacionado na porta da casa.

Leia mais:  Três homens são presos com armas de fogo e munições em Luciara

Dentro do imóvel, Rebeca e Altemir, foram flagrados falsificando documentos e na garagem também estava uma caminhonete Hilux SW4, com todos os sinais adulterados. O veículo é produto de roubo no dia 18 de fevereiro de 2019, no bairro Jardim das Américas, já nas proximidades da Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.

Em busca domiciliar, os policiais foram surpreendidos com placas de veículos roubados, documentos de veículos e de pessoas (RG e CNH), todos falsificados, os quais a Polícia acredita que eram usados para aplicar golpes ligados a venda de veículos.

Todos foram autuados por falsificação de documento publico, uso de documento falso, associação criminosa, receptação, estelionato, adulteração de sinal identificador de veículos automotor, tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

Documentos falsos e maconha

Em continuidade aos trabalhos, uma autentica fábrica de falsificação de documentos foi descoberta  dentro de uma casa no bairro Duque de Caxias, na capital. O local era comandado por Ederson Xavier de Lima, que ostenta extensa ficha criminal. Ele foi encontrado com dezenas de ferramentas usadas para falsificação de documentos e veículos.

“Outra equipe de investigação, já fazia o monitoramento da outra parte do grupo criminoso logrou fazer êxito da apreensão da droga e todos esses documentos”, disse o delegado adjunto da Derrfva, Arnon Osny Mendes Lucas.

Leia mais:  Polícia Civil recupera joias e apreende líder de grupo criminoso envolvido em roubos

Os policiais chegaram até o suspeito após apuração de uma denúncia. Ele foi monitorado e acompanhado até a Avenida Lava-pés, local que foi abordado em um veículo Corolla. No banco do passageiro estava Alcir Batista de Oliveira Junior.

Durante a abordagem, em buscas no veículo, os policiais apreenderam do lado de banco do passageiro 1 tablete de substância de maconha. Os policiais, com os dois suspeitos, seguiram até a casa no bairro Duque de Caxias, onde descobriram dezenas de cédulas de documentos de veículos (CRV e CRLV), de pessoas (CNH e RG) falsificados de vários estados da federação.

Também foram encontrados materiais usados na falsificação de documentos (impressora matricial, jato de tinta laser, lacres de placa veicular, arame para placas de veículos, frascos de substâncias químicas, placas de veículos, sendo duas de Campo Grande (MS), fotos diversas de pessoas no formato 3×4, cartões de bancos, R$ 1.927,00, laudos periciais, notebooks, 30 tabletes de maconha e balança de precisão.

Em entrevista com os suspeitos, Alcir Batista afirmou ser morador da quitinete, porém, permitia que Ederson Xavier fizesse uso da residência. Juntos estavam promovendo um evento (trio elétrico do Dallas pré-carnaval 2019), que seria realizado dia 28 de fevereiro de 2019, na capital.

As cédulas de documentos de veículos foram furtadas da unidade da Ciretran de Chapada dos Guimarães.

 “Esses documentos eram usados para ‘esquentar’ veículos, para dar aparente legalidade aos carros objetos de furtos e roubos, que eram depois vendidos a terceiros, o que configura golpe de estelionato”, explicou o delegado Arnon Osny Mendes Lucas.

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Autor de homicídio em Arenápolis é preso em flagrante pelo Polícia Civil

Publicado

Um homem apontado como autor do homicídio ocorrido na noite de quarta-feira (27.07), no município de Arenápolis (258 km a médio norte de Cuiabá), foi preso em flagrante pela Polícia Civil, durante atendimento da ocorrência.

Os investigadores de Arenápolis foram informados sobre uma situação de tortura e de homicídio por meio de arma cortante, que vitimou a pessoa de José Augusto Rodrigues de Souza, 20 anos.

Imediatamente a equipe acompanhada do delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, foram até o hospital onde a vítima havia dado entrada, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Em seguida, os policiais civis foram até o local dos fatos para obterem mais detalhes acerca do ocorrido. Durante entrevista com populares foi possivel qualificar o autor do homicídio, o qual foi localizado nas proximidades, sentado em frente de uma residência.

O suspeito foi levado até a Delegacia de Arenápolis, e no interrogatório assumiu o crime. Ele alegou que foi cercado por três indivíduos de uma facção rival, e passou a ser espancado com capacetes e uma mangueira, momento em que conseguiu sacar uma faca e golpeou a vítima.

Leia mais:  Polícia Civil recebe identificação de vítima encontrada morta em posto de combustível desativado na Capital

Conforme o delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, os indícios apontam que o homicídio decorreu da legítima defesa, pelo fato que os três homens na função de “disciplina” dariam um salve no suspeito.

Após a confecção dos autos, o preso será apresentado e colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PM flagra infração de trânsito e prende homem com arma de fogo em Rondonópolis

Publicado

Policiais militares do 5º Batalhão em Rondonópolis prenderam um homem, de 49 anos, por porte ilegal de arma de fogo, na noite desta quarta-feira (27.07). Com o suspeito, que foi abordado após ser flagrado cometendo uma infração de trânsito, a PM apreendeu um revólver calibre .38 com cinco munições.

Por volta de 18h30, durante rondas pelo bairro Rondônia, a equipe do 5º BPM flagrou o momento em que o condutor de uma caminhonete Hilux cinza estava dirigindo o veículo falando ao celular. 

De imediato, os policiais militares realizaram abordagem ao veículo e informaram ao suspeito sobre a infração de trânsito cometida. Questionado se havia algum material ilícito no carro, o homem disse que não transportava nada ilegal.

Porém, a equipe policial realizou vistorias no veículo e encontraram a arma de fogo carregada com as cinco munições, dentro de um console próximo ao câmbio da caminhonete.

Diante da situação de flagrante, o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Rondonópolis, onde foi registrado o boletim de ocorrência, ficando à disposição da Polícia Judiciária Civil para as demais providências cabíveis.

Leia mais:  Homem é preso por porte ilegal de arma após efetuar disparos em frente à residência

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende receptador e recupera caminhão roubado da Prefeitura de Colniza

Publicado

Um caminhão roubado de funcionários da Prefeitura de Colniza (1.065 km a noroeste de Cuiabá), há aproximadamente um ano, foi recuperado pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (27.07), em uma oficina do município. Um homem que se identificou como proprietário do caminhão foi preso em flagrante pelo crime de receptação.

O caminhão, apreendido em uma ação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), estava acautelado para o município de Colniza.

O crime ocorreu em agosto de 2021, quando funcionários da Prefeitura estavam com o caminhão no distrito de Conselvan e foram abordados por criminosos armados que exigiram o veículo. Os funcionários tiveram armas apontadas para suas cabeças, sendo subtraído o caminhão, uma motosserra e roupas das vítimas.

Nesta quarta-feira (27.07), a equipe de policiais da Delegacia de Colniza receberam informações de que o veículo estava passando por manutenção em uma oficina da cidade. Com base na denúncia, os policiais foram até o local, onde constataram a veracidade das informações e apreenderam o veículo, localizado no pátio da oficina.

Leia mais:  Três homens são presos com armas de fogo e munições em Luciara

Em continuidade as diligências, os policiais identificaram o dono do veículo, que questionado confessou ter comprado o caminhão pelo valor de R$ 100 mil, em duas parcelas de R$ 50 mil.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Colniza, onde foi interrogado pelo delegado Bruno Ferreira e autuado em flagrante por receptação. Foi arbitrada fiança ao suspeito que responderá pelo crime em liberdade.

Segundo o delegado, as investigações seguem em andamento para localizar e prender os envolvidos no crime. “Com a prisão do receptador, foi possível conseguir novas informações sobre os fatos e as diligências continuam para prender os autores do crime”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262