Home » Alvo de família que matou 2 idosos não foi atingido; entenda motivação

Alvo de família que matou 2 idosos não foi atingido; entenda motivação

por Davi Vittorazzi
alvo-de-familia-que-matou-2-idosos-nao-foi-atingido;-entenda-motivacao

A família que cometeu o crime tinha registrado um boletim de ocorrência por ameaças feita pelo proprietário da casa onde houve as mortes

O proprietário da casa onde dois idosos foram mortos, em Peixoto de Azevedo, nesse domingo (21), e era alvo da família que invadiu a propriedade, não estava no local. Segundo investigação da Polícia Civil, a principal suspeita para motivação do crime foi um desacordo comercial entre as duas famílias.

Os suspeitos foragidos são: Ines Gemilaki, de 48 anos, Marcio Ferreira Gonçalves, 45, e Bruno Gemilaki Dal Poz, de 28. Eles são apontados como responsáveis pelas mortes das vítimas identificadas por Pilson Pereira da Silva, de 69 anos, e Rui Luiz Bogo, 81.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Anna Marien, o desacordo ocorreu por conta de um imóvel locado. O alvo da família seria o proprietário da casa e já teria feito ameaças à família que cometeu o crime. Mas no momento do crime ele não estava na casa.

???? Receba notícias no seu WhatsApp, clique aqui e entre no Canal do Primeira Página MT

“A nossa linha de investigação é no sentido de que havia um desacordo em relação ao imóvel, que culminou na ação criminosa. A suspeita locava aquele imóvel do proprietário e ao sair da residência deixou algumas dívidas, o que gerou uma ação judicial. E a partir daí, houve várias discussões e desentendimentos entre eles”.

Anna Marien, delegada da PJC em Peixoto.

  • Ines Gemilaki e Bruno Gemilaki em crime em Peixoto

    Procurados ????

    Saiba quem é a família procurada por matar idosos e atirar em padre em MT

Os suspeitos mataram os dois idosos e fugiram em uma caminhonete. Em imagens registradas em câmeras de segurança de uma conveniência de um posto mostram a mãe e o filho, com as mesma roupas vistas no crime, comprando bebidas e, em seguida, fugindo.

Ines mexe no celular e aparenta mandar mensagens de áudio no celular. Segundo os proprietários, a mulher estava afobada e comprou cervejas long neck e água.

Quem é a família procurada

Segundo informações da Polícia Civil, Ines é esposa de Marcos e mãe do Bruno. Nas imagens a mulher e o filho são vistos na casa armados. Ines, de blusa azul, está com uma pistola e Bruno, de branco, está com uma espingarda calibre 12.

Ines Gemilaki e Bruno Gemilaki em crime em
Ines Gemilaki e Bruno Gemilaki durante ação no crime. (Foto: Reprodução/Montagem PP)

Ainda conforme Anna Marien, Ines é pecuarista na região e Bruno é médico e atende em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Peixoto.

Marcio Gonçalves, que é marido de Ines, aparece nas imagens saindo da casa, vestido de preto. Ele não aparenta estar armado e vai em direção a uma caminhonete branca (veja abaixo).

Marcio Goncalves suspeito de crime em
Marcio Ferreira Gonçalves é procurado pela polícia. (Foto: Reprodução/Montagem PP)

O crime

As imagens mostram que havia pelo menos 10 pessoas na casa. Em determinado momento, é possível ver que as pessoas que estão na casa começam a correr e outras a se abaixarem, após ouvirem os disparos. Logo depois aparece uma mulher loira e atira em um homem.

Outra imagem externa mostra a mulher armada saindo e o filho com uma espingarda. eles atiram contra a casa. O marido da mulher estaria na caminhonete e deu cobertura para eles.

Já no local, os militares da PM encontraram dentro da moradia dois idosos mortos. Uma terceira pessoa, um padre, também foi atingida por tiros e foi socorrida. O padre não teve ferimentos graves.

você pode gostar