conecte-se conosco


Policial

Alvo de operação da Polícia Federal tem mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil em Arenápolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, em ação conjunta da Delegacia de Arenápolis e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), cumpriu dois mandados de prisão contra um homem considerado foragido da Justiça Federal por crimes de tráfico internacional de drogas e organização criminosa.

O suspeito de 42 anos é um dos alvos da operação “Grão Branco”, deflagrada pela Polícia Federal, em maio de 2021 para desarticular quadrilha responsável por tráfico internacional de drogas.

Contra o foragido havia duas ordens de prisão em aberto, sendo um mandado de prisão definitiva expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Groso (Comarca de Sapezal) e o outro de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal.

As equipes da Delegacia de Arenápolis e da GCCO, que estava em diligências na região, receberam informações sobre o paradeiro do foragido e conseguiram localizar o suspeito em uma residência no bairro Vila Nova, onde foi dado cumprimento as ordens judiciais.

“Um foragido da Justiça, alvo de uma importante operação de combate ao tráfico internacional de drogas deflagrada pela Polícia Federal e que a Polícia Civil, sempre atenta conseguiu efetuar sua prisão”, destacou o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Leia mais:  Polícia Civil vai responsabilizar criminalmente todos os envolvidos em ameaças a escolas

Operação Grão Branco

Deflagrada pela Polícia Federal em maio de 2021, a operação tinha o objetivo de desarticular um grupo criminoso envolvido com tráfico internacional de drogas. As investigações iniciaram em janeiro de 2019, quando a Polícia Federal e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) de Mato Grosso, apreenderam 495 kg de cocaína no município de Nova Lacerda.

Na operação, foram cumpridos 110 mandados judiciais, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.

Entre os mandados, 38 de prisão e 72 de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres. A Justiça Federal determinou, também, a busca e apreensão de 10 aeronaves e o sequestro de todos os bens de 103 pessoas físicas e jurídicas investigadas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após ameaçar companheira em Lucas do Rio Verde

Publicado

Policiais civis de Lucas do Rio Verde prenderam em flagrante nesta quinta-feira (26.05) um homem de 45 anos por ameças contra sua companheira, que requereu medida protetiva de urgência. Após diligências, uma equipe de investigadores localizou o suspeito e o conduziu à Delegacia da Polícia Civil.

Na quarta-feira, a vítima procurou o Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e relatou as ameaças sofridas. Após o registro da ocorrência, a mulher e a filha adolescente buscaram socorro em outro lugar, com medo de retornar à residência. A vítima relatou também que no mês de abril, o suspeito tentou enforcá-la.

Depois de ser ouvida na Polícia Civil, a vítima voltou a receber ameaças e injúrias na noite de quarta-feira, quando o suspeito enviou mensagens por aúdio desferindo diversos xingamentos.

O delegado Eugênio Rudy Jr., do Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica, determinou diligências para localização do suspeito, que foi encontrado na tarde desta quinta-feira no bairro Bom Jesus e preso em flagrante.

Após a autuação na delegacia, ele foi encaminhado ao centro de detenção de Lucas do Rio Verde. O delegado Eugênio Rudy encaminhou representação à Justiça pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

Leia mais:  Ação conjunta apreende armas e drogas na fronteira de Mato Grosso com a Bolívia
Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Mulher é presa em flagrante com documento falso após aplicar golpe em banco

Publicado

Uma mulher de 53 anos foi presa na manhã desta quinta-feira (26) pela Polícia Civil, em Sapezal, por aplicar um golpe em uma agência bancária utilizando documentação falsa.

A Delegacia de Sapezal foi comunicada pela Delegacia Especializada de Estelionatos de Cuiabá de que a suspeita estaria dentro de uma agência bancária tentando aplicar um golpe. Uma equipe de investigadores seguiu até o local e encontrou uma mulher com as características passadas e a abordou dentro do banco.

Ao ser questionada, mulher se identificou com um nome divergente e entregou um RG que constava sua foto. Depois que os policiais civis pediram a ela mais informações, a mulher entrou em contradição e acabou confessando que se tratava de um documento de identificação falso.

Em contato com um atendente do banco, os investigadores foram informados que a suspeita abriu uma conta usando o documento falso, fez um empréstimo no valor de R$ 40 mil reais e havia retornado ao banco para desbloquear o aplicativo e realizar outros saques.

Leia mais:  Núcleo de atendimento a vítimas de violência leva palestra a estudantes de Lucas do Rio Verde

Ela foi conduzida à Delegacia de Sapezal, onde foi autuada e presa em flagrante por uso de documento falso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Fiscalização conjunta resulta em prisão de suspeito de jogar dejetos em Área de Preservação

Publicado

Um homem suspeito de despejar dejetos em área de preservação permanente foi preso em flagrante, na segunda-feira (23.05) em ação conjunta da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), em parceria com o Juizado Volante Ambiental (Juvam) e Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Várzea Grande (Semma-VG).

A ação resultou na apreensão de um caminhão basculante utilizado para a prática criminosa, além da autuação do suspeito pelo crime ambiental de causar poluição que resulte ou possa resultar danos à saúde humana e mortandade de animais e destruição significativa da flora.

Durante diligências na região do bairro Jardim Eldorado em Várzea Grande, as equipes flagraram um caminhão, com duas caçambas de coletas cheias de dejetos (lixos de construção e em geral), sendo despejados em um terreno em área de preservação permanente.

Foi realizada a abordagem do motorista, que informou ser funcionário de uma empresa que recolhe os dejetos para posterior destinação e que o dono do terreno havia autorizado o despejo dos resíduos no local, porém não apresentou nenhum tipo de autorização para o ato ilícito.

Leia mais:  Polícia Civil vai responsabilizar criminalmente todos os envolvidos em ameaças a escolas

Diante dos fatos, o caminhão foi apreendido e o suspeito encaminhado à Dema onde foi lavrado o flagrante pelo crime ambiental. O proprietário da empresa se apresentou na especializada, sendo também interrogado sobre os fatos.

Segundo a delegada titular da Dema, Liliane Murata, além do flagrante o infrator também foi responsabilizando pelo dano causado a sociedade, sendo aplicada multa no valor de R$ 20 mil.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262