conecte-se conosco


Agro News

Aprosoja promove treinamento de combate a incêndios com uso de aeronaves

Publicado


Sustentabilidade

Aprosoja promove treinamento de combate a incêndios com uso de aeronaves

O evento acontece entre os dias 25 e 26 de junho, no Aeroporto de Santo Antônio do Leverger

01/06/2021

Estão abertas até o dia 21 de junho as inscrições para o “Seminário Emprego de Aeronaves Agrícolas nas Operações Aéreas de Combate a Incêndios Florestais”, que ocorrerá entre os dias 25 e 26.06, no Aeroporto de Santo Antônio do Leverger, Hangar Central. O curso é promovido pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), em parceria com o Grupo de Aviação Bombeiro Militar do Estado (GAvBM). Serão oferecidas 80 vagas destinadas aos pilotos de aeronaves agrícolas.

Entre as abordagens, estão a forma de aplicação da aeronave de combate a incêndio do GAvBM – Air Tractor AT-802F, o emprego de aeronaves asa fixa e asa rotativa para apoio nas operações demonstração das diferenças entre as aeronaves agrícolas e de combate aos incêndios florestais, demonstração do abastecimento da aeronave com agente extintor e o cenário de planejamento das operações aéreas.

Leia mais:  Origem Premium cria certificação ‘Green Way’ conectando a produção com a sustentabilidade

O objetivo do Seminário é oferecer aos pilotos de aeronaves agrícolas ações de prevenção. “Esse período de seca coincide com a época de colheita do milho. Todos os anos a Aprosoja faz campanhas com cartilhas, folders, materiais para redes sociais com orientações e dicas de prevenção e combate ao fogo. Fizemos uma parceria com o GAvBM e vamos realizar uma capacitação para pilotos agrícolas, com instruções fundamentais no combate ao incêndio”, afirma a gerente de Sustentabilidade da Aprosoja, Marlene Lima.

A capacitação ficará por conta do Cel BM, Flávio Gledson Vieira Bezerra, Piloto Comandante do Grupo de Aviação Bombeiro Militar – GAvBM do CBMMT.

Inscrições clique aqui.

Fonte: Rosangela Milles

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
publicidade

Agro News

Aprosoja-MT proporciona visita técnica da cigarrinha-do-milho com MAPA, Embrapa e Indea-MT

Publicado

por


Defesa Agrícola

Aprosoja-MT proporciona visita técnica da cigarrinha-do-milho com MAPA, Embrapa e Indea-MT

A vistoria ocorreu em Lucas do Rio Verde nesta terça-feira (25.01), para ver de perto os prejuízos causados pela “praga”

25/01/2022

Preocupada com a proliferação da cigarrinha-do-milho em diversas regiões do estado, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), convidou representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Embrapa Milho e Sorgo, Instituto de Defesa Agropecuária do Estado Mato Grosso (Indea-MT), e outras autoridades para visitarem as lavouras de milho/safra e safrinha em Lucas do Rio Verde, nesta terça-feira (25.01).

Representando mais de 7.500 produtores rurais a Aprosoja-MT, quer alertar os associados quanto a “praga” que pode ser sinônimo de prejuízo no campo. A cigarrinha-do-milho pode destruir grandes áreas de cultivo.

De acordo com o vice-presidente da Aprosoja-MT, Lucas Costa Beber, desde o ano passado a entidade já vem detectando prejuízos grandes com a cigarrinha-do-milho. “Fizemos vários debates, realizamos Live e rodadas técnicas. Agora esse ano, estamos trazendo o MAPA, Indea e Embrapa para conhecerem de perto esse problema que vem tirando o sono do produtor. Nada melhor do que eles verem em loco as dificuldades enfrentadas pelos agricultores, para que assim possamos debater e chegar a um ponto em comum no manejo dessa “praga”, declarou Beber.

Leia mais:  Aprosoja MT lança maior programa de sustentabilidade da produção de grãos

O produtor rural de Lucas do Rio Verde e presidente do Sindicato Rural do Município, Antônio Isacc Lira afirmou que, “hoje estamos convivendo com esse grande e sério problema no milho, após 20 dias plantado observamos uma grande proporção de cigarrinha-do-milho, isso que já havíamos feito aplicações de defensivos nele”, alertou Lira.

A Pesquisadora em fitopatologia da Embrapa Milho Sorgo, Dagma Dionísia da Silva, disse que a cigarrinha-do-milho é um inseto que por si só ainda não causa muita preocupação, mas quando ela transmite patógenos que são as viroses e duas bactérias, que são os enfezamentos vermelho aí sim são problemas porque vai causar doenças lá na frente. “O que precisa ser feito? A partir do momento que a “praga” chega na região o produtor precisa fazer o manejo. Não existe uma única técnica, mas o manejo tem que ser feito desde o início do plantio, a medida em que que são implementados esses cuidados o produtor vai aprendendo a conviver com o problema”, explicou. A pesquisadora salientou ainda que, a presença de plantas de milho tiguera favorece a sobrevivência do inseto, “que se multiplica e migra para outras lavouras”.

Leia mais:  Origem Premium cria certificação ‘Green Way’ conectando a produção com a sustentabilidade

Para o secretario secretário de Defesa Agropecuária do MAPA, José Guilherme Leal, “é importante a inciativa da Aprosoja-MT em fazer essa visita na lavoura, agregamos a Embrapa, Indea-MT e os técnicos da inciativa provada que têm experiencia no dia a dia no campo, para que a gente possa ver a situação e discutir algumas medidas e trabalhar com a implantação de manejo e pesquisas para acelerar o processo e as discussões. Queremos colocar mais ferramentas para o agricultor que está tendo tanto prejuízos”, enfatizou ao parabenizar a inciativa da Aprosoja-MT.

Após a visita as lavouras, as autoridades e técnicos participaram de um debate com produtores e representantes do setor do agro no Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde.

Participaram da comitiva, além do vice-presidente da Aprosoja-MT, Lucas Costa Beber, os diretores da entidade, Nathan Belusso, Antônio Cavalaro e Zilto Donadello. O prefeito do Município, Miguel Vaz, representante da secretaria de Agricultura da cidade, as Fundações Rio Verde e Mato Grosso, Instituto de Pesquisas e Sindicato Rural.

Fonte: Rosangela Milles

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Aprosoja-MT apresenta propostas para desburocratização e melhorias de processos fiscais e tributários da SEFAZ

Publicado

por


Política Agrícola e Logística

Aprosoja-MT apresenta propostas para desburocratização e melhorias de processos fiscais e tributários da SEFAZ

Entre as dificuldades apresentadas pelos produtores rurais está a apresentação de nota fiscal por meio eletrônico

20/01/2022

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) apresentou propostas de aperfeiçoamento dos processos relativos à fiscalização estadual junto a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT). As demandas foram elencadas em reunião realizada por videoconferência, na terça-feira (18.01), entre o consultor de Política Agrícola da Aprosoja-MT, Thiago Rocha, e a responsável pela Unidade de Contencioso Administrativo Tributário – UCAT e presidente do Conselho de Contribuintes do Estado, Maria Célia de Oliveira Pereira.

Dentre os temas abordadas estão o fortalecimento do conselho de contribuintes como caminho para a redução do contencioso e das judicializações de créditos tributários; o aumento da representatividade do agro nas câmaras de julgamento, hoje com apenas um assento; a publicação de acórdãos das decisões e a elaboração de um Código de Defesa do Contribuinte, instrumento já implementado em várias outras Unidades da Federação.

Leia mais:  Diretores da Aprosoja se reúnem para deliberar assuntos estratégicos da instituição

“Recebemos com muito otimismo a posse da servidora Maria Célia como Presidente do Conselho de Contribuintes. Todos conhecem sua postura de defesa do erário e também de uma característica muito importante para a posição, ela ouve genuinamente as reclamações dos contribuintes, enfatizou Rocha.

Aprosoja Mato Grosso ainda destacou a importância de solucionar problemas tributários. “O mundo evolui na direção do modelo multiportas para a solução de conflitos tributários e o Conselho de Contribuintes do estado de Mato Grosso é sem dúvida o âmbito ideal para esse aperfeiçoamento”, finaliza o consultor de política agrícola.

Outros encaminhamentos – Na quarta-feira (19.01), a entidade encaminhou, via ofício, dois outros temas para o Secretário de Estado de Fazenda, Rogerio Gallo. Os assuntos são a regulamentação do trânsito de mercadorias amparado por Notas Fiscais Eletrônicas em meio digital, apresentadas a fiscalização volante pelo contribuinte ou transportador por meio de dispositivos eletrônicos como celulares e tablets e a solicitação de criação da Procuração Fiscal Eletrônica. Isso porque os produtores tiveram que se adaptar a ausência ou a má qualidade do sinal de dados em algumas regiões para emitirem as escriturações fiscais que migraram para os meios digitais, não tendo sentido o Fisco permanecer solicitando documentos impressos durante as fiscalizações volantes.

Leia mais:  Origem Premium cria certificação ‘Green Way’ conectando a produção com a sustentabilidade

Confira o ofício clicando aqui

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Diversas autoridades e produtores rurais participam do primeiro dia da visita técnica ao Ctecno Parecis

Publicado

por


Defesa Agrícola

Diversas autoridades e produtores rurais participam do primeiro dia da visita técnica ao Ctecno Parecis

“O Centro de Tecnológico nada mais é do que um local de teste e reteste de pesquisas dos agricultores, associados da Aprosoja-MT”, declarou o presidente da entidade, Fernando Cadore

17/01/2022

“O Ctecno nada mais é do que o Centro de Pesquisa de teste e reteste em tecnologia dos produtores rurais associados da Aprosoja-MT, ele tem independência para testagem, disponibiliza dados de maneira gratuita para o mercado e agricultores, positivos ou negativos com toda imparcialidade”, declarou o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore.

Na abertura do evento, centenas de produtores rurais e autoridades participaram do primeiro dia da vista técnica ao Ctecno Parecis, localizado a Rodovia MT-488, em Campo Novo do Parecis, anexo a Fazenda Vô Arnold – Agroluz. Com área total de 88 hectares, é considerado o maior centro de pesquisa independente do Brasil. A textura de solo local varia entre 7 e 35 por cento de argila, destinada as pesquisas que auxiliam o produtor rural com áreas nessas condições.

De acordo com o vereador e presidente da Câmara de Campo Novo do Parecis, Willian Freitas, “é de grande importância nos vemos essa parceria entre o nosso município e a Aprosoja-MT, em unir forças e contribuir com agricultura em nível nacional, porque esses novos protocolos vão revolucionar, através dos solos arenosos e contribuir para o desenvolvimento da lavoura de todo Brasil”, destacou Freitas.

Leia mais:  Aprosoja MT quer ampliar uso de aeronaves agrícolas no combate às queimadas

Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Normando Corral, parabenizou a Aprosoja-MT, que se baseia em pesquisas para auxiliar o produtor rural no seu dia a dia. “O que Aprosoja fez hoje aqui, foi reunir atores e fatores que fizeram, fazem e farão para que o agro em MT. Temos uma extensão territorial que permite grande produção e isso se deve a vocação dos produtores rurais, aqueles que vieram de fora e aqueles que aqui já estavam, mas principalmente todos amparados pela ciência, sem a ciência, sem os pesquisadores não conseguíamos as adaptações de variedades para esse sucesso”.

O produtor rural Jesus José Cassol afirmou que o “Ctecno está sendo inaugurando de forma independente e seguindo os vários protocolos dos diversos tipos de solos arenosos e isso representa muito para MT, principalmente para os manejos de plantas para fazerem reciclagem, rotação e outros controles necessários”, afirmou Cassol.

“A produção tem que ser aliada a tecnologia o mundo cresce de forma vertiginosamente então a produção tem que acompanhar, nós precisamos matar a fome da nossa população e a única forma que nós temos é através desses experimentos da pesquisa e da ciência, declarou o deputado Estadual Faissal Kalil, ao parabenizar a Aprosoja-MT, pelo evento.

Leia mais:  Origem Premium cria certificação ‘Green Way’ conectando a produção com a sustentabilidade

Jerusa Rech, gerente da Defesa Agrícola da Aprosoja-MT, disse que a abertura do evento foi um sucesso e superou as expectativas. “Temos a participação em massa dos produtores rurais daqui da região oeste e também de outras regiões. É um dia muito importante com assuntos técnicos e de interesse dos produtores rurais que estão sendo tratados nessa área experimental.

“A cada ano surgem novas adversidades, pragas doenças e o intuito desse campo é assim, estar trazendo os problemas que surgem no campo pra dentro para ser estudado e avaliados pelos melhores técnicos de MT e tentar buscar uma solução para esses problemas para os produtores rurais otimizarem o uso do seu solo conforme sua analise solo baseado em pesquisa”, finalizou presidente da Aprosoja-MT, Fernando Cadore.

O evento seguirá até amanhã (18.01), com todos os protocolos de biossegurança para evitar a disseminação do Covid-19.

Fonte: Rosangela Milles

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262