Home » Caçada aos fugitivos de Mossoró custou R$ 6 milhões ao governo

Caçada aos fugitivos de Mossoró custou R$ 6 milhões ao governo

por admin
cacada-aos-fugitivos-de-mossoro-custou-r$-6-milhoes-ao-governo

O Ministério da Justiça informou nesta sexta-feira (5) que o custo total da operação de recaptura dos dois fugitivos do presídio federal de Mossoró (RN) alcançou R$ 6 milhões, uma média de R$ 121 mil por dia. Os valores incluem gastos com passagens, diárias, combustíveis, manutenção e operações aéreas para agentes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Força Nacional e da Força Penal Nacional. Rogério Mendonça, 35 anos, e Deibson Nascimento, 33 anos, foram encontrados na quinta-feira (4), em Marabá (PA), após 50 dias de buscas.

A Polícia Rodoviária Federal representou a maior parte dos gastos da operação, totalizando R$ 3,3 milhões, seguida pela Força Nacional, com R$ 1,4 milhão, Polícia Federal, com R$ 665 mil, e Força Penal Nacional, com R$ 625 mil.

A operação para capturar os fugitivos contou com uma megaestrutura que envolveu mais de 500 agentes, helicópteros e drones com visão noturna e mapa de calor, além de cães farejadores. Ao anunciar o fim da operação, o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, classificou a recaptura como “uma vitória do Estado e das forças de segurança” e uma demonstração de que “o crime organizado em nosso país não será bem sucedido”.

Rogério e Deibson foram transferidos de volta para o presídio de Mossoró durante a madrugada desta sexta-feira (5). Eles estão em celas separadas sob constante monitoramento. Após a fuga, a penitenciária passou por reformas e recebeu um novo sistema de monitoramento por câmeras.

você pode gostar