Home » Cuidadora e filha são flagradas agredindo criança autista em Sorriso

Cuidadora e filha são flagradas agredindo criança autista em Sorriso

por Joao Ricardo
cuidadora-e-filha-sao-flagradas-agredindo-crianca-autista-em-sorriso

Duas mulheres, uma de 61 anos e outra de 37 anos, foram flagradas agredindo uma criança autista de 9 anos em via pública na terça-feira (9), em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Câmeras de segurança do comércio na área central da cidade registraram o crime.

Segundo informações da Polícia Civil, a cuidadora da criança e sua filha agrediram o menino com tapas e empurrões. Após as agressões, as duas mulheres fugiram do local em um veículo Prisma.

A Polícia Civil foi acionada por populares que presenciaram a cena. As imagens das câmeras de segurança ajudaram na identificação das suspeitas e na localização do veículo, que estava estacionado na Avenida Brasil.

As mulheres foram detidas e encaminhadas à Delegacia de Sorriso, onde confessaram as agressões. Elas foram autuadas em flagrante pelo crime de lesão corporal majorada por ter sido cometido contra criança com deficiência.

[Continua depois da Publicidade]

Crime é repudiado pela comunidade

A agressão contra a criança autista causou indignação na comunidade de Sorriso. Nas redes sociais, diversos internautas manifestaram repúdio ao crime e cobraram justiça.

O Conselho Tutelar de Sorriso acompanha o caso e está à disposição da família da criança.

Agressão contra criança autista é crime grave

Agressão contra criança, especialmente contra pessoas com deficiência, é crime grave e deve ser denunciada. A pena para o crime de lesão corporal majorada pode chegar a 12 anos de reclusão.

Denúncias podem ser feitas pelo 190 ou pelo Disque 100

Em caso de presenciar qualquer tipo de violência contra crianças, a população pode denunciar pelo telefone 190 da Polícia Militar ou pelo Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos.

você pode gostar