conecte-se conosco


Política MT

Dal Molin lamenta número de mortes e cobra audiência pública para agilizar retomada da duplicação da BR-163

Publicado


O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) atribuiu o aumento do número de mortes à falta de manutenção adequada e à paralisação das obras de duplicação da rodovia federal BR-163. Segundo o parlamentar, a concessionária que administra a rodovia perdeu a capacidade financeira para continuidade ao contrato administrativo do qual é parte.

“Não podemos permanecer inertes enquanto o número de mortes continua aumento por ingerência desta concessionária”, afirmou durante a sessão plenária do último dia 5. Na ocasião, Dal Molin protocolizou a Indicação 2814/2021 cobrando a instauração de uma audiência pública a fim de debater a retomada das obras de duplicação da rodovia.

O documento foi endereçado ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, ao ministro da Infraestrutura, Tarciso Gomes de Freitas, e ao diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Marcelo Vinaud Prado. “A região de Mato Grosso sofreu profundas mudanças, principalmente em relação ao fluxo de veículos (…) segundo estudos da própria concessionária, a tendência é que esse crescimento acompanhe o desenvolvimento agrícola da região”, diz trecho da propositura.

Leia mais:  Artistas conseguem espaço para apresentação durante a pandemia

“Rodovia da morte” – Considerada uma das rotas de escoamento de grãos mais importantes do país, a rodovia BR-163 também é conhecida por ser a mais letal. Somente em 2020, foram registrados 672 acidentes com vítimas no trecho sob concessão totalizando 85 mortes. Os dados fazem parte do relatório anual divulgado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

Concessão – A empresa Rota do Oeste assumiu a concessão da BR-163 em março de 2014, por meio de contrato firmado com o governo federal. Em Mato Grosso, o trecho sob concessão abrange 19 municípios, sendo que quatro deles – Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop – figuram na lista de maiores produtores de grãos do país.

 No final de março, após inúmeras cobranças de parlamentares de Mato Grosso, a ANTT deu admissibilidade para o chamado “plano de cura” apresentado pela empresa Odebrechet Transport proprietária da concessionária Rota do Oeste. Entre outras obrigações, o plano prevê a troca do controle acionário para uma nova companhia e a destinação de R$ 3,2 bilhões para obras de duplicação, construção de travessias urbanas e manutenção da rodovia.

Leia mais:  Deputado apresenta indicação para melhorias em escola indígena
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Comissão de Trabalho e Administração Pública analisa 18 projetos em reunião

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A Comissão de Trabalho e Administração Pública analisou 18 projetos em reunião na tarde desta terça-feira (15). Entre as 14 propostas que receberam parecer favorável dos deputados, está o Projeto de Lei nº 937/2019, que prevê o afastamento remunerado de servidoras do estado, casos sejam vítimas de violência doméstica.

O presidente da comissão, deputado estadual Elizeu Nascimento (PSL), elogiou a proposta. “É um grande projeto do ex-deputado Oscar Bezerra”, avaliou o parlamentar. Caso aprovado em Plenário, o texto permitirá que servidoras da Administração Pública Estadual, direta ou indireta e da Assembleia Legislativa se afastem do trabalho após sofrerem violência doméstica ou familiar, quando necessário, com direito ao salário integral.

Outros dois projetos aprovados na reunião tratam de violência contra a mulher. São eles o PL nº 65/2019 e nº 105/2019. O primeiro pretende reservar vagas de emprego para mulheres vítimas de violência de gênero nas empresas que prestam serviço ao poder público no estado. Já o outro projeto de lei prevê que pessoas condenadas por crimes relacionados à violência sexual e violência doméstica sejam impedidas de ter acesso a cargos, empregos e funções públicas em Mato Grosso. 

Leia mais:  Empresários já podem aderir ao Refis com descontos de juros e multas

A Comissão de Trabalho e Administração Pública ainda aprovou parecer favorável para os seguintes projetos de lei: nº 236/2016, nº 97/2019, nº 533/2019, nº 581/2019, nº 693/2019, nº 709/2019, nº 823/2019, nº 890/2019, nº 1026/2019, nº 1027/2019 e nº 1120/2019. 

“Estamos fazendo uma força-tarefa muito grande para colocar os projetos em dia. Hoje apreciamos pautas de 2019 e entraremos nos projetos de 2020 a partir da próxima reunião”, afirmou o deputado Elizeu Nascimento. “Vamos trabalhar para aprovar projetos que vão impactar de forma positiva a sociedade mato-grossense”, completou o presidente da comissão. 

Outros quatro projetos de lei foram rejeitados pela comissão, que avalia o mérito das propostas. Outras oito matérias foram alvo de pedidos de vista. Também participaram da reunião, de maneira remota, os deputados João Batista (Pros) e Carlos Avallone (PSDB).

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Construção da nova sede da Politec e quartel da PM de Sinop são debatidos com secretário de segurança

Publicado


Foto: JUNIOR POYER

Preocupado com a segurança pública do município de Sinop (480 km da capital), o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) e o prefeito Roberto Dorner (Republicanos) apresentaram, na manhã desta terça-feira (15), novas demandas para investimentos na área, ao secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. Dilmar enalteceu o apoio do governador Mauro Mendes (DEM); do vice, Otaviano Pivetta e do secretário Alexandre Bustamante pelo empenho em prol do setor em Sinop. 

“Tratamos sobre dois assuntos de extrema importância para Sinop: a construção da nova sede da Perícia Oficial e Identificação Técnica [Politec], que contará com recursos dos senadores Jayme Campos (DEM) e Carlos Fávaro (PP) e dos deputados federais Juarez Costa (MDB) e Neri Geller (PP),  e [o segundo assunto] da construção do novo batalhão da Policia Militar de Sinop, que contou com a presença do coronel Wesney de Castro Sodré. Já fizemos o compromisso de viabilizar os projetos, tanto da Politec como do batalhão da PM, que terá, com toda certeza, a participação do Conselho de Segurança Pública do município e da prefeitura para que se possa viabilizar os recursos” disse Dilmar.

Leia mais:  Deputado apresenta indicação para melhorias em escola indígena

Prefeito Roberto Dorner (Republicanos) agradeceu o empenho do deputado Dilmar e do secretário Bustamante em aplicar recursos de melhoria para segurança na cidade. “Hoje, estivemos aqui para tratar do assunto Politec e quartel da Polícia Militar de Sinop, e estamos alinhando coisas boas. Nossos deputados e nossos senadores colocando emendas, juntamente com o deputado Dilmar, que é grande parceiro de Sinop, para construir essas duas obras, buscando para que o quartel da Polícia Militar seja uma obra de respeito e de modelo para o estado. Agradeço ao deputado Dilmar, ao secretário Bustamante, ao coronel Sodré e à Politec” finalizou Dorner.

Dilmar ainda salientou que a Escola Militar Tiradentes, em Sinop, uma luta do parlamentar, deverá receber novas e modernas estruturas em uma construção que será muito importante ao município. “Estamos trabalhando muito, debatemos também, sobre a construção da Escola Tiradentes, que vai ter uma nova sede em breve em Sinop, também no aumento do efetivo da PM em toda região norte, a própria polícia civil e o sistema penitenciário. Tivemos, recentemente, a inauguração da Delegacia de Sinop, a Cidade da Polícia, onde teve recursos de emendas minhas” finalizou Dilmar.

Leia mais:  Comissão de Segurança Pública discute sistema penitenciário
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Comissão de Segurança cobra concurso público e questiona novo código de ética de militares

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A necessidade de realização de concurso público na área da segurança e o conteúdo do Projeto de Lei Complementar n° 27/2021, que institui o Código de Ética e Disciplina dos Militares do estado de Mato Grosso, foram os principais temas discutidos durante reunião ordinária da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa, realizada na tarde desta terça-feira (15).

A questão referente ao concurso público na área da segurança foi levantada pelo deputado Delegado Claudinei (PSL). O parlamentar apresentou dados fornecidos pela Polícia Judiciária Civil, em resposta a um requerimento de sua autoria, que apontam a existência de um déficit de quase 2,7 mil servidores no estado, entre delegados (166), investigadores (1.964) e escrivães (534). O documento informa ainda que até o ano de 2023, aproximadamente 200 servidores das três áreas deverão se aposentar.

Claudinei lembrou que, desde 2016, tramita na Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) um processo solicitando que sejam iniciados os trâmites processuais referentes a um concurso público autorizado pelo governo do estado para provimento de 300 vagas para o cargo de investigador de polícia, e cobrou celeridade para resolução da demanda. “Esse processo está tramitando há cinco anos, mas como vimos hoje nós já precisamos de quase dois mil investigadores em Mato Grosso”. As mesmas informações foram requeridas pelo deputado à Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e sistema penitenciário, mas ainda não foram enviadas. 

Leia mais:  Deputado apresenta indicação para melhorias em escola indígena

O presidente da Comissão de Segurança da ALMT, deputado João Batista do Sindspen (Pros), afirmou que também tem cobrado o governo do estado para realização de concurso público e alertou para o risco de “inviabilizar a segurança pública em muitos municípios”, caso não seja realizado certame ainda na atual gestão.

Código de ética militar – O deputado Elizeu Nascimento (PSL) fez duras críticas ao Projeto de Lei Complementar n° 27/2021, que institui o Código de Ética e Disciplina dos Militares do Estado de Mato Grosso. Segundo ele, a proposta, encaminhada pelo governo do estado, representa “um retrocesso vergonhoso”. “Não há justiça ao aprovarmos um código de ética tão prejudicial a nossa categoria como esse”, disse.

Nascimento criticou ainda o fato de o projeto não ter sido discutido com a categoria e contar com a assinatura de instituições que representam os servidores. Por esse motivo, propôs e a comissão aprovou requerimento convidando os comandantes-gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar a comparecerem à próxima reunião da comissão para apresentar as principais alterações contidas no texto, bem como os principais impactos nas atividades dos militares mato-grossenses.

Leia mais:  Empresários já podem aderir ao Refis com descontos de juros e multas

Projetos de lei – Foram aprovados pareceres favoráveis aos PLs 1267/2019, 34/2021, 149/2021, 310/2021 e 187/2021, de autoria da deputada Janaina Riva (MDB), que institui o Programa de Cooperação e o Código Sinal Vermelho no âmbito do Estado de Mato Grosso, visando o combate e a prevenção à violência contra a mulher.

O deputado João Batista pediu vistas do PL 444/2021, que altera dispositivos da Lei nº 11.260 de 14 de dezembro de 2020, que cria o Programa Estadual de Reintegração de Pessoas Egressas do Sistema Prisional (REINSERIR) e dá outras providências.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262