Home » Justiça solta dois e mantém prisão de trio por morte de lojista no Shopping Popular

Justiça solta dois e mantém prisão de trio por morte de lojista no Shopping Popular

por Joao Silvestri
justica-solta-dois-e-mantem-prisao-de-trio-por-morte-de-lojista-no-shopping-popular

EM CUIABÁ

Publicado em

12 de abril de 2024

CUIABÁ

Foto: Divulgação

O juiz Wladymir Perri, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou a soltura de dois acusados de participar do assassinato do empresário Josionaldo Ferreira de Araújo. Conhecido como Naldo do Tereré, o empresário foi morto em dezembro de 2022 dentro do Shopping Popular, na região do Porto, em Cuiabá.

Na mesma decisão, publicada nesta quinta-feira (11), o magistrado manteve a prisão de outros três acusados. Foram soltos Alexandre Magalhães de Souza e Elton John Conceição da Silva. Eles deverão cumprir algumas medidas cautelares, entre elas, não se ausentarem de Cuiabá e Várzea Grande, sem autorização judicial, e comparecer a todos os atos processuais que foram intimados.

Continuam presos Marcos Henrique Gomes de Miranda, Gabriel Mota Braga e Lucas Leonardo Padilha da Costa. “Forçoso concluir que a prisão processual dos acusados, Marcos Henrique, Gabrie Mota e Lucas Leonardo está devidamente fundamentada. Com relação aos denunciados Alexandre e Elton John, entendo que a prisão processual não se mostra mais necessária, tenho que sua participação não foi intensa e decisiva para a consumação do crime”, diz trecho da decisão.

O CRIME

O crime aconteceu no dia 19 de dezembro de 2022, na frente de uma das lojas que a vítima tinha no Shopping Popular. As investigações apontam que empresário teve a morte encomendada pela alta cúpula do Comando Vermelho por vender cigarro contrabandeado sem autorização da facção.

Um dos envolvidos na execução foi morto em confronto com policiais militares da Cavalaria logo depois do crime.

MT NOTÍCIAS

CUIABÁ

Cadelas levadas para banho morrem após serem esquecidas em carro de pet shop

Publicados

1 semana atrás

em

2 de abril de 2024

Foto: Arquivo pessoal

Duas cadelas foram encontradas mortas após serem esquecidas dentro do carro de um pet shop nesta terça-feira (2), em Cuiabá. De acordo com a tutora dos animais, Cláudia Castro, ela foi informada da morte pelo proprietário do estabelecimento.

Em entrevista ao Primeira Página, os proprietários do pet shop confirmaram que Liz e Inês, da raça maltês, foram esquecidas no carro do pet shop por cerca de 30 minutos. Os donos do local consideram que foi o caso foi uma fatalidade.

Os donos do pet shop disseram ainda que tentaram prestar socorro e reanimar as cadelas com massagens cardíacas, porém não conseguiram salvá-las.“Tentamos fazer todos os procedimentos, mas a gente não conseguiu”, explicou um dos proprietários que disse ainda que vão prestar todo o apoio à família.

Segundo a tutora, Liz e Inês foram levadas de manhã para serem higienizadas e, como de costume, ela manteve contato com o pet shop várias vezes, entre às 9h e às 12h, para saber se estava tudo bem. No entanto, cerca de 2 horas depois de ter pedido notícias, foi informada das mortes.

Inconformada, a tutora questiona a atenção dada aos animais.“Eles falaram que podíamos confiar neles e que dariam todo o suporte para os nossos cachorros”, disse um amigo de Cláudia.

A dona das cadelas contou ainda que, há mais de três anos, todas às terças-feiras Liz e Inês eram levadas para o banho. No entanto, em outubro do ano passado, a direção do estabelecimento mudou.

MAIS LIDAS DA SEMANA

você pode gostar