Home » Mais de R$ 6 milhões serão investidos em Centro de Inovação em Lucas do Rio Verde

Mais de R$ 6 milhões serão investidos em Centro de Inovação em Lucas do Rio Verde

por Celso Ferreira Nery
mais-de-r$-6-milhoes-serao-investidos-em-centro-de-inovacao-em-lucas-do-rio-verde

Lucas do Rio Verde é uma das cidades mato-grossenses que carregam consigo o conceito de “smart city” ou “cidade inteligente”. De acordo com o Ranking Connect Smart Cities de 2023 para cidades com até 100 mil habitantes, Lucas ocupa a 9ª posição.

Atento a este panorama, o Instituto Senai de Tecnologia (IST), vinculado ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Mato Grosso (Senai MT), criou um projeto para a implantação de um Centro de Inovação em Smart Cities, que irá funcionar no local.

O projeto, inclusive, foi contemplado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que irá investir mais de R$ 4,7 milhões. O IST, por sua vez, investirá como contrapartida mais de R$ 1,2 milhão, totalizando pouco mais de R$ 6 milhões investidos para a implantação da iniciativa.

Os recursos do Finep atendem à chamada pública para concessão de recursos financeiros destinados a centros de inovação situados em municípios que possuam universidades, centros de pesquisa e institutos federais, mas não possuam parques tecnológicos em operação ou em implantação.

[Continua depois da Publicidade]

Tais recursos serão empregados na estruturação da unidade, na infraestrutura de laboratórios temáticos e programas como o de inovação aberta, formação e aceleração de startups. Entre os laboratórios previstos estão o laboratório de redes elétricas inteligentes e luminotécnica, o de tecnologia e o de urbanismo inteligente.

O objetivo do centro de inovação é ser um espaço colaborativo para pesquisa e desenvolvimento voltados para soluções em cidades inteligentes, assim como fomentar conexão e interação entre os agentes de pesquisa, empreendedores, gestores municipais e os habitantes da cidade.

De acordo com a gerente de Tecnologia e Inovação do Senai MT, Naiara Galliani, o projeto reflete o compromisso da instituição de promoção à tecnologia e inovação com a sustentabilidade.

“Estar em um projeto sobre smart cities é extremamente relevante para o Senai, porque destaca nossa liderança e protagonismo em tecnologia e inovação, porque este projeto tem uma característica de aplicação de tecnologias emergentes, principalmente aplicada ao contexto de evolução de uma cidade”, pontuou Naiara.

Smart Cities

São consideradas cidades inteligentes aquelas que utilizam estrategicamente sua infraestrutura, serviços, informações e comunicação alinhados com um planejamento estratégico, dando resposta às necessidades sociais e econômicas da população.

Além disso, as cidades inteligentes aliam os avanços tecnológicos com o progresso socioambiental, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos.

você pode gostar