conecte-se conosco


Policial

Mais de uma tonelada de droga é incinerada em Cuiabá

Publicado


Nara Assis | Sesp-MT

Mais de uma tonelada de droga foi incinerada na manhã desta sexta-feira (25.06), no Distrito Industrial, em Cuiabá. O entorpecente foi apreendido pelas forças de segurança na região metropolitana, ou seja, Cuiabá e Várzea Grande, nos últimos meses. Esta já é a terceira incineração realizada em 2021, totalizando quase cinco toneladas de entorpecentes destruídos.

Do total queimado, 997,857 kg eram maconha e 146,466 kg eram cocaína. Ações semelhantes também estão sendo realizadas no interior do Estado. O trabalho é resultado da atuação da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Polícia Militar (PM-MT) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A destruição do material ilícito apreendido reflete na redução não apenas do tráfico de drogas, mas também de outros crimes alimentados por organizações criminosas financiadas por esta atividade. “É muito simbólico o momento em que os policiais arremessam as drogas na fornalha e aquilo se dissolve em pó, pois também estamos eliminando o crime que sustenta outras práticas criminosas”, ressaltou a titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), delegada Juliana Chiquito Palhares.

Leia mais:  Delegada da PJC representa Mato Grosso durante curso internacional patrocinado pela Embaixada Americana

O coordenador de Planejamento e Monitoramento da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), tenente-coronel PM Marcus Vinícius Akira Sakata, acompanhou a incineração e ressaltou que o trabalho de apreensão de drogas é contínuo. “O uso e tráfico de entorpecentes ocorre em vários âmbitos e é precursora de outros crimes, então a retirada dessas drogas das ruas auxilia muito na preservação da ordem pública”.

O subchefe do Estado Maior Geral da Polícia Militar, coronel PM Carlos Eduardo Pinheiro da Silve, endossou. “O impacto da retirada de drogas de circulação é muito positivo, principalmente porque representa um prejuízo muito grande para os traficantes e organizações envolvidas com esta prática ilícita”.

Após a apreensão, a droga passa por perícia e conferência, como explicou o coordenador do Laboratório de Materiais da Politec, perito criminal Thiago Zys. “Todo material apreendido é encaminhado ao laboratório forense, fazemos a constatação da natureza, identificação do tipo e devolvemos para a guarda da Polícia Civil. Já no ato da preparação do entorpecente que foi autorizado pela Justiça para incineração, fazemos a conferência de todo o volume”.

Leia mais:  Filha suspeita de violência doméstica contra a mãe idosa tem prisão cumprida pela Polícia Civil na Capital

Narco Brasil

A incineração marca também o encerramento da Operação Narco Brasil, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, e realizada em todo o país. Desde o início, em 1° de junho, até o momento, já foram apreendidas mais de duas toneladas de drogas em Mato Grosso, em ações integradas da PM-MT e PJC-MT.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Alvo de operação da Polícia Federal tem mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil em Arenápolis

Publicado

por


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, em ação conjunta da Delegacia de Arenápolis e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), cumpriu dois mandados de prisão contra um homem considerado foragido da Justiça Federal por crimes de tráfico internacional de drogas e organização criminosa.

O suspeito de 42 anos é um dos alvos da operação “Grão Branco”, deflagrada pela Polícia Federal, em maio de 2021 para desarticular quadrilha responsável por tráfico internacional de drogas.

Contra o foragido havia duas ordens de prisão em aberto, sendo um mandado de prisão definitiva expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Groso (Comarca de Sapezal) e o outro de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal.

As equipes da Delegacia de Arenápolis e da GCCO, que estava em diligências na região, receberam informações sobre o paradeiro do foragido e conseguiram localizar o suspeito em uma residência no bairro Vila Nova, onde foi dado cumprimento as ordens judiciais.

“Um foragido da Justiça, alvo de uma importante operação de combate ao tráfico internacional de drogas deflagrada pela Polícia Federal e que a Polícia Civil, sempre atenta conseguiu efetuar sua prisão”, destacou o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Leia mais:  PM promove seminário e torneio de tiro entre as instituições de segurança

Operação Grão Branco

Deflagrada pela Polícia Federal em maio de 2021, a operação tinha o objetivo de desarticular um grupo criminoso envolvido com tráfico internacional de drogas. As investigações iniciaram em janeiro de 2019, quando a Polícia Federal e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) de Mato Grosso, apreenderam 495 kg de cocaína no município de Nova Lacerda.

Na operação, foram cumpridos 110 mandados judiciais, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.

Entre os mandados, 38 de prisão e 72 de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres. A Justiça Federal determinou, também, a busca e apreensão de 10 aeronaves e o sequestro de todos os bens de 103 pessoas físicas e jurídicas investigadas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Dupla é presa por tráfico de drogas e porte ilegal de arma em Cuiabá

Publicado

por


Policiais militares da Cavalaria prenderam dois homens, de 30 e 44 anos, por associação ao tráfico ilícito de drogas e porte ilegal de arma de fogo, na tarde desta terça-feira (25.01), em Cuiabá, durante a Operação Centauro. Além da prisão da dupla, oito tabletes de cocaína e uma arma de fogo calibre .38 foram apreendidos.

A equipe de Cavalaria estava em patrulhamento pelo bairro Nossa Senhora Aparecida, por volta de 17h50, quando avistou um homem em situação suspeita, carregando uma mochila. Foi realizada abordagem e os policiais localizaram um tablete de substância análoga a cocaína. 

Ao ser questionado, o suspeito afirmou que estava levando o entorpecente para um cliente. O homem afirmou ainda, que estava sendo obrigado a guardar drogas em sua residência a mando de uma facção criminosa. Os policiais se deslocaram até a residência do suspeito e no local, encontraram um outro suspeito, que também foi abordado e revelou que havia mais entorpecentes no interior da residência. 

Em buscas pelo imóvel, a equipe policial encontrou mais sete tabletes de substância análoga a cocaína e um revólver calibre .38, sem munições. Diante da situação, a dupla recebeu voz de prisão e foram levados para à Central de Flagrantes da capital, junto com os entorpecentes e o revólver apreendidos.

Leia mais:  Ação integrada da Polícia Civil e PRF apreende 640 quilos de maconha em Rodovia no sul do estado

Disque-Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Militar apreende armas e munições e prende homem por porte ilegal

Publicado

por


A Polícia Militar realizou a prisão de um homem de 44 anos pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, na noite desta segunda-feira (25.01), na zona rural de Sinop. Com o suspeito, foram apreendidas três espingardas, uma carabina, além de 57 munições para diversos os diversos calibres das armas.

Por volta de 20h, a PM recebeu denúncias via 190, informando que estariam ocorrendo disparos de arma de fogo em um bar, na zona rural da cidade. Os policiais se deslocaram até o local e realizaram abordagem a duas pessoas, sendo o suspeito e sua esposa. O homem negou que estivesse atirando e disse que os barulhos eram estalos de chicote.

Durante a abordagem, os PMs encontraram uma carabina calibre .38 sobre uma mesa. Questionado se haveria mais armas no local, o suspeito levou os policiais para o interior do estabelecimento, onde foram encontradas uma espingarda calibre .36, duas espingardas calibre .28, além de 57 munições para diversos calibres de armas de fogo.

Leia mais:  PM promove seminário e torneio de tiro entre as instituições de segurança

Perguntado sobre os documentos para portar o armamento, o suspeito disse que não tinha autorização. Diante dos fatos, o homem foi encaminhado para a Delegacia de Sinop, onde foi registrado o boletim de ocorrência e a apreensão das armas e munições.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262