Home » Maus-tratos em Sinop: Polícia Civil resgata filhotes de cachorro em estado precário

Maus-tratos em Sinop: Polícia Civil resgata filhotes de cachorro em estado precário

por admin
maus-tratos-em-sinop:-policia-civil-resgata-filhotes-de-cachorro-em-estado-precario

Dois filhotes de cachorro foram resgatados pela Polícia Civil em Sinop (MT) na segunda-feira (12) após uma denúncia anônima. Os animais estavam em situação precária, presos, doentes e sem comida. Um terceiro filhote foi encontrado morto em uma lixeira na mesma residência.

Ação da Polícia Civil:

  • A equipe da 1ª Delegacia de Sinop se deslocou até o endereço após a denúncia pelo 197.
  • Como não havia ninguém no local, os policiais entraram na residência para verificar a situação dos animais.
  • No interior da casa, os policiais encontraram os dois filhotes presos, doentes e em situação precária.
  • Um terceiro filhote foi encontrado morto em uma lixeira.

Diante da evidente situação de maus-tratos, os policiais fizeram o resgate dos animais, que foram foram encaminhados para uma associação de proteção de animais para abrigo e avaliação veterinária. O responsável pelos animais não foi encontrado.
As investigações para apurar o crime de maus-tratos segue em andamento na 1ª Delegacia de Sinop para identificação e responsabilização do proprietário dos animais.

Resgate dos animais:

  • Os filhotes foram resgatados e encaminhados para uma associação de proteção animal.
  • Lá, eles receberão abrigo e avaliação veterinária.

A Polícia Civil segue investigando o caso para identificar e responsabilizar o proprietário dos animais. O crime de maus-tratos é previsto no Código Penal Brasileiro e pode resultar em detenção e multa.

Ajude a proteger os animais:

  • Denuncie qualquer caso de maus-tratos que presenciar.
  • Ligue para o 190 ou para a Delegacia de Polícia mais próxima.
  • Você também pode denunciar através do site da Polícia Civil do seu estado.

Juntos, podemos proteger os animais e garantir que eles tenham uma vida digna!

[Continua depois da Publicidade]

você pode gostar

Deixe um comentário