Home » MP pede soltura de marido e denuncia mãe, filho e cunhado por 2 mortes

MP pede soltura de marido e denuncia mãe, filho e cunhado por 2 mortes

por Davi Vittorazzi
mp-pede-soltura-de-marido-e-denuncia-mae,-filho-e-cunhado-por-2-mortes

Crime aconteceu em 21 de abril. Mãe e filho foram presos no dia 23

O MPMT (Ministério Público de Mato Grosso) denunciou na sexta-feira (3) Inês Gemilaki, 48 anos, o filho dela, Bruno Gemilaki, 28 anos, e o cunhado dela, Éder Gonçalves Rodrigues, 40, pelos crimes de homicídios qualificados e homicídios tentados.

Eles são envolvidos no crime que deixou dois idosos mortos em Peixoto de Azevedo, no mês passado. Veja vídeo do crime:

  • Homicídio qualificado

    Mãe e filho são indiciados por duplo assassinato de idosos em MT

Por entender que o marido dela, Márcio Ferreira Gonçalves, de 45 anos, não participou efetivamente da ação, o órgão pediu para que ele seja solto. Ele foi denunciado por auxiliar no crime.

O documento da denúncia é assinado pelo promotor Alvaro Padilha de Oliveira, da 1° Promotoria de Justiça Criminal de Peixoto de Azevedo.

mp denuncia mae filho e cunhado em
MP denunciou os três por homicídio qualificado. (Foto: Reprodução)

Segundo o MP, os três denunciados por homicídios (Inês, Bruno e Éder) foram qualificados por motivo fútil, quando mataram Pilso Pereira da Cruz e Rui Luiz Bogo, ao usarem recurso que dificultou a defesa das vítimas. O crime ocorreu em 21 de abril deste ano.

  • Ines Gemilaki e Bruno Gemilaki durante ação no crime. (Foto: Reprodução/Montagem PP)

    Veja os vídeos

    Mãe e filho que invadiram casa e mataram dois em Peixoto de Azevedo são presos

O MP também requereu a fixação de valor mínimo para reparação dos danos causados em favor dos familiares da vítima Pilso Pereira da Cruz em R$ 1 milhão e Rui Luiz Bogo em R$ 700 mil.

Enquanto os sobreviventes, José Roberto Domingos (padre) e Erneci Afonso Lavall, o órgão pediu R$ 150 mil para cada uma deles.

Em relação ao marido de Inês, que estava na caminhonete e teria dirigido durante a fuga, o Ministério Público entendeu que ele não participou efetivamente da ação e decidiu denunciá-lo por favorecer os autores do crime, previsto no Artigo 348 do Código Penal.

Prisão da família

Ines e o filho, Bruno Gemilaki, foram presos em Peixoto de Azevedo no dia 23 de abril. Eles estavam em uma fazenda de propriedade da família, localizada na BR -060, a 180 quilômetros do município. 

As prisões ocorreram após a advogada da família procurar a equipe da Polícia Civil para comunicar a intenção dos seus clientes de entregar e solicitar o acompanhamento até a fazenda, onde estavam escondidos. 

Prisão de marido e cunhado 

Márcio Ferreira Gonçalves, de 45 anos, e o irmão, Éder Gonçalves Rodrigues, foram presos no mesmo dia em Alta Floresta.

  • Alta Floresta

    Envolvidos na morte de 2 idosos em Peixoto de Azevedo são presos em MT

O crime

As imagens mostram que havia pelo menos 10 pessoas na casa. Em determinado momento, é possível ver que começam a correr e outras a se abaixarem após ouvirem os disparos. Logo depois, aparece uma mulher loira e atira em um homem.

  • Tragédia em Peixoto

    Cronologia do crime: vídeos mostram que mãe e filho mataram idosos em menos de 2 minutos

Outra imagem externa mostra a mulher armada saindo e o filho com uma espingarda. Eles atiram contra a casa.

  • Peixoto de Azevedo

    Mãe e filho vão responder por 5 crimes após ataque a tiros que deixou dois mortos

Motivação do crime

Segundo a delegada responsável pelo caso, Anna Marien, um desacordo comercial ocorreu por conta de um imóvel locado. O alvo seria o proprietário da casa que, segundo a atiradora, já teria feito ameaças à família que cometeu o crime. Ele não estava na casa durante a invasão. 

  • Caso de Peixoto

    Novas imagens mostram mãe e filho que mataram idosos sendo presos em fazenda

você pode gostar