conecte-se conosco


Agro News

Mudanca no calendário de semeadura da soja em MT é validada por pesquisa

Publicado


Fortalecimento Institucional

Mudanca no calendário de semeadura da soja em MT é validada por pesquisa

Diante dos resultados obtidos com o estudo ao longo de três safras foi constatado que o plantio do grão realizado no final de dezembro oferece maior risco sanitário à cultura se comparado a fevereiro.

08/11/2021

Durante três anos de pesquisa, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) acompanhou o trabalho desenvolvido pela Fundação Rio Verde e seus pesquisadores em 96 lavouras, sendo 56 semeadas em dezembro e 40 em fevereiro. Foram observados que os plantios mais tardios, realizados em fevereiro, tiveram menos problemas com ferrugem asiática, consequentemente menor número de aplicação de fungicidas e menor severidade da doença, acarretando, consequentemente, uma melhor qualidade da semente.

O estudo é coordenado pelos pesquisadores especialistas em fitopatologia Dr. Erlei Melo Reis, Dr. Laércio Zambolim, Dr. Fernando Cézar Juliatti e Dr. José Octávio Machado Menten. A pesquisa foi recentemente publicada em revista científica canadense e credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

De acordo com Laercio Zambolim, os produtores que participaram do trabalho de pesquisa garantem que as sementes produzidas no plantio de fevereiro têm qualidade muito superior do que aquelas de dezembro. Outra razão da preferência dos produtores pelo semeio de fevereiro diz respeito ao menor gasto com fungicidas para o controle da ferrugem Asiática da soja.

Leia mais:  Assembleia Geral da Aprosoja aprova contas de 2020 e elege novo Conselho Fiscal

Já o coordenador da pesquisa, o professor Dr. Erlei Melo Reis reforça que o vazio sanitário continuará sendo respeitado mesmo com a ampliação do plantio da soja em fevereiro.

“Essa proposta de plantio em fevereiro não mexe no vazio sanitário, mas eu quero reforçar que com ou sem lei, o clima não permite o desenvolvimento de plantas neste período sem a irrigação”, expõe o especialista.

O vice-presidente da Aprosoja-MT, Lucas Costa Beber, destaca que o trabalho da Fundação Rio Verde mostra aquilo que já era defendido no campo. Beber frisou ainda que o plantio em fevereiro não interfere no vazio sanitário. “A Aprosoja-MT não quer acabar com o vazio, ele é sagrado para o produtor, mas essa mudança na data do plantio é um anseio da base dos produtores do estado, e o mesmo não adentra no período proibitivo”, enfatizou.

Produtores rurais de Mato Grosso comemoram o calendário de plantio de soja desta safra, em que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) liberou a semeadura do grão até 03 de fevereiro. A ampliação da data é um anseio antigo dos agricultores que precisam salvar a semente da oleaginosa todos os anos. Conforme a Aprosoja-MT, a conquista é importante, e para reforçar a segurança fitossanitária no estado, a entidade alerta sobre as recomendações complementares que os produtores devem respeitar no plantio de fevereiro:

Leia mais:  Armazenagem também é destaque no Circuito Aprosoja

•             A semeadura em fevereiro não poderá ser feita na modalidade de soja safrinha, ou seja, soja sobre soja. O produtor deverá reservar uma área especialmente para isto.

•             Que sejam limitadas a no máximo 5% de sua área total, o que é suficiente para atender sua necessidade de sementes próprias e fazê-lo de acordo com o que preconiza as legislações federal e estadual.

•             Não semear soja no mês de dezembro, salvo em situações especiais e limitados até 15/12.

•             Não semear no mês de janeiro.

•             No controle da ferrugem asiática, utilizar os fungicidas de ação síti-específico sempre associados, em mistura, a multissítios;

•             Fazer o uso de cultivares, semeadas no mês de fevereiro, sempre respeitando a data imite de 15/06 para a colheita, ou seja antes do início do vazio sanitário em Mato Grosso.

Fonte: Augusto Camacho

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
publicidade

Agro News

Aprosoja-MT apresenta projetos de sustentabilidade em Fórum Nacional

Publicado


Fortalecimento Institucional

Aprosoja-MT apresenta projetos de sustentabilidade em Fórum Nacional

“Nós estamos preocupados com o clima no mundo, por isso precisamos fazer nossa parte”, declarou presidente da Aprosoja-MT, Fernando Cadore

30/11/2021

O fórum nacional: Planeta Campo, foi realizado em São Paulo, trazendo diversos temas relacionado ao baixo carbono. O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore, participou do painel “Baixo Carbono: O protagonismo da agricultura”.

“Nós estamos preocupados com o clima no mundo, por isso precisamos fazer nossa parte. Hoje 60% da ocupação de solo em Mato Grosso, são áreas preservadas em fazendas. Além disso, 95% das nascentes em propriedades rurais, estão em bom estado de conservação e algumas delas, intactas. Isso tudo influencia na diminuição do carbono no país”, destacou Cadore, em sua apresentação ao vivo no fórum.

Além disso, foram divulgados os programas Soja Legal, que tem como foco a sustentabilidade, preservação de recursos naturais e o suporte aos produtores rurais do estado, bem como o projeto Guardião das Águas, que é uma iniciativa desenvolvida com o objetivo de orientar e apoiar o produtor rural na manutenção, preservação e restauro de nascentes em propriedades rurais de Mato Grosso.

Leia mais:  Origem Premium cria certificação ‘Green Way’ conectando a produção com a sustentabilidade

O presidente da Aprosoja-MT falou também sobre as contribuições da produção de soja em Mato Grosso para uma agricultura de baixo carbono. Entre os destaques de sua apresentação, as diretrizes ambiental, social e de governança

Para o presidente da emissora do Canal Rural, Júlio Cargino, o agro é essencial para a neutralização de carbono. “Esse é o momento da sociedade se unir para discutir o assunto sustentabilidade. E o agronegócio tem papel fundamental nessa transformação, e já faz isso muito bem. O Brasil tem a maior área de cultivo sustentável do mundo, com mais de cinquenta milhões de hectares”, salientou Cargino.

O Fórum Nacional, foi promovido pelo Canal Rural, e transmitido ao vivo pelo Canal 500 da Net/Claro e pelo site da emissora.

Fonte: Augusto Camacho

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Presidente da Aprosoja-MT participará de fórum sobre baixo carbono

Publicado


Fortalecimento Institucional

Presidente da Aprosoja-MT participará de fórum sobre baixo carbono

O fórum Planeta Campo será realizado ao vivo no Canal Rural, terça-feira (30.11), as 11h (Horário de Brasília)

29/11/2021

Com o tema: “Baixo Carbono: O protagonismo da agricultura”, o fórum terá a participação do presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore. O evento é organizado pelo Canal Rural e será transmitido nesta terça-feira (30.11), ás 11h (Horário de Brasília).

 O presidente da entidade vai falar sobre as contribuições da produção de soja em Mato Grosso para uma agricultura de baixo carbono. Entre os destaques de sua apresentação está as diretrizes ambiental, social e de governança.

Além disso, serão apresentados os programas Soja Legal, que tem como foco a sustentabilidade, preservação de recursos naturais e o suporte aos produtores rurais do estado e Guardião das Águas, que é uma iniciativa desenvolvida com o objetivo de orientar e apoiar o produtor rural na manutenção, preservação e restauro de nascentes em propriedades de Mato Grosso.

Leia mais:  Aprosoja-MT repudia ação de vândalos na sede da Aprosoja Brasil

A transmissão será pelo Canal Rural, redes sociais e no canal 500 da Net Claro.

Fonte: Augusto Camacho

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Aprosoja-MT apoia atletas da Copa Mutum de Karatê

Publicado


Fortalecimento Institucional

Aprosoja-MT apoia atletas da Copa Mutum de Karatê

Participaram alunos de 4 a 40 anos, mostrando que não tem idade para a prática esportiva

16/11/2021

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) apoiou o grupo Seshin Karatê, na realização da 2ª Copa Mutum de Karatê. Ao todo 150 alunos participaram da competição. Estiveram presentes atletas de Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop e Alta Floresta.

“A Copa Mutum começou em 2019, mas devido a pandemia, não conseguimos realizar a segunda etapa. Esse ano tivemos a oportunidade de organizar o evento que contou com a participação de centenas de atletas em diversas categorias”, explicou o sensei Selber Luiz.

Esse ano 15 apoiadores ajudaram financeiramente a realização do evento. “Gostaria de agradecer todos os patrocinadores que nos ajudam, tanto aqui, quanto fora do estado. Esse evento não seria realizado se não fosse a colaboração e incentivo das empresas e instituições”, frisou o sensei.

AgroSolidário

Através do Projeto “Soja é Esporte” do programa AgroSolidário, a Aprosoja-MT ajuda alunos do projeto “Formando atletas, transformando caráter” da Academia de Artes Marciais Seishin. Há cerca de dois anos, a entidade oferece ajuda no custeio de materiais essenciais e na aquisição de quimonos.

Leia mais:  COLETIVA DE IMPRENSA: Aprosoja lança campanha que incentiva armazenagem em pequenas propriedades

Fonte: Augusto Camacho

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262