Home » Nome de ex-prefeito de Lucas do Rio Verde está sendo usado para prática de golpes

Nome de ex-prefeito de Lucas do Rio Verde está sendo usado para prática de golpes

por Celso Ferreira Nery
nome-de-ex-prefeito-de-lucas-do-rio-verde-esta-sendo-usado-para-pratica-de-golpes

O nome do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Flori Luiz Binotti, vem sendo usado para a prática de golpes. A denúncia foi feita nesta sexta-feira (12) pelo próprio empresário por meio de sua página pessoal.

Binotti publicou uma nota de esclarecimento pedindo que as pessoas que o seguem compartilhem a publicação. “A situação tomou uma proporção muito grande. Nosso objetivo é que outras pessoas não caiam nesse golpe. E que isso se encerre”, solicitou.

A nota explica que, possivelmente uma quadrilha especializada estaria usando o nome do empresário e ex-prefeito para tentar aplicar golpes como efetuar compras em revendas de insumos, lojas de peças, dentre outras formas. Para isso o grupo estaria usando documentos pessoais de Binotti.

“O número que está sendo utilizado para a maioria dos golpes é: (65) 98478-8194, todavia, por se tratar de uma quadrilha especializada, os golpes podem ser realizados por outros telefones”, adverte a nota.

A publicação alerta que a população fique alerta. Caso alguém receba pedidos de compra e venda em nome de Flori Luiz Binotti, antes de qualquer efetivação, certifique-se através do email (sebastian.neto@ksbfazendas.com.br) e do telefone celular (65) 99919-2839.

[Continua depois da Publicidade]

O ex-prefeito declarou que todas as medidas administrativas criminais e jurídicas foram e estão sendo tomadas. A Polícia Civil da região, através dos delegados de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Sinop, bem como o delegado da Especializada de Cuiabá, já estão atuando.

“Orientamos todos que estão sendo procurados (para negociar com a quadrilha) a procurar a Polícia Civil e registrar Boletim de Ocorrência”, diz trecho da nota.

O ex-prefeito e empresário e familiares se colocaram à disposição para esclarecimentos em casos de dúvida.

você pode gostar