Home » Novas possibilidades de saque do FGTS emergem para profissionais: conheça as oportunidades

Novas possibilidades de saque do FGTS emergem para profissionais: conheça as oportunidades

por Mix Vale
novas-possibilidades-de-saque-do-fgts-emergem-para-profissionais:-conheca-as-oportunidades

Saques FGTS

Brenda Rocha – Blossom/Shutterstock.com

Para os profissionais que buscam acessar seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), diversas situações específicas precisam ser consideradas. Se o trabalhador não dispõe do cartão cidadão ou se o montante a ser sacado ultrapassa R$ 1.500, é necessário dirigir-se às agências da Caixa Econômica Federal para realizar o procedimento.

Dentre as modalidades de acesso ao fundo, destacam-se o saque-aniversário, que permite ao trabalhador retirar uma parcela do FGTS anualmente, no mês do seu aniversário, e a demissão sem justa causa.

É importante notar que o saldo da conta do FGTS é corrigido mensalmente, no dia 10 de cada mês. Ao solicitar o saque, o trabalhador pode optar por receber o montante após a aplicação de juros e atualização monetária.

Utilização do FGTS para aquisição ou pagamento de imóveis

Uma das opções é empregar o FGTS para quitar parte do financiamento imobiliário pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), o qual financia unidades de até R$ 1,5 milhão com juros limitados a 12% ao ano. A partir de agosto, os profissionais também poderão abater prestações do primeiro imóvel financiado pelo Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), que financia imóveis com recursos livres dos bancos. O mutuário terá a possibilidade de reduzir o saldo devedor do imóvel ou abater até 80% da prestação em 12 meses, prorrogáveis ao final de cada período.

Antecipação do saque-aniversário e empréstimo com FGTS

Outra alternativa é aderir à antecipação do saque-aniversário, com um valor mínimo de R$ 2.000, e utilizar o FGTS como garantia para a contratação de crédito. Além disso, em casos de falecimento de um parente, o indivíduo pode receber integralmente o FGTS e o PIS/Pasep como herança.

Confira as situações em que é possível utilizar o FGTS:

  1. Demissão sem justa causa.
  2. Término de contrato por prazo determinado.
  3. Rescisão por falência, falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou nulidade do contrato.
  4. Rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior.
  5. Aposentadoria.
  6. Necessidade pessoal, urgente e grave, decorrente de desastre natural reconhecido pelo Governo Federal.
  7. Suspensão do Trabalho Avulso.
  8. Falecimento do trabalhador.
  9. Idade igual ou superior a 70 anos.
  10. Portador de HIV/AIDS (trabalhador ou dependente).
  11. Neoplasia maligna (trabalhador ou dependente).
  12. Estágio terminal em decorrência de doença grave (trabalhador ou dependente).
  13. Permanência do trabalhador titular da conta vinculada por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS.
  14. Permanência da conta vinculada por três anos ininterruptos sem crédito de depósitos.
  15. Aquisição de casa própria, liquidação ou amortização de dívida ou pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional.

você pode gostar