conecte-se conosco


Economia

Nunes Marques interrompe julgamento do STF sobre demissão de não vacinados

Publicado


source
Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o STF
Nelson Jr./SCO/STF

Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o STF

O ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), interrompeu o julgamento em que a Corte discutia se referendava ou não uma decisão liminar dada pelo ministro Luís Roberto Barroso permitindo a demissão de trabalhadores não vacinados contra a Covid-19 . Com isso, continua válida a determinação de Barroso.

No mês passado, Barroso suspendeu trechos da portaria do Ministério do Trabalho que proibiu demissões de não vacinados contra a doença. Ele considerou a medida inconstitucional, com a ressalva de pessoas que têm expressa contraindicação médica para receber os imunizantes, “para as quais deve-se admitir a testagem periódica”.

O julgamento estava ocorrendo no plenário virtual, em que os ministros votam pelo sistema eletrônico da Corte. Até o momento, além de Barroso, mais três ministros já haviam votado, acompanhando-o: Edson Fachin, Alexandre de Moraes, e Cármen Lúcia. Assim, dos dez ministros, quatro foram favoráveis à suspensão da portaria do Ministério do Trabalho, ou seja, pela possibilidade de demitir não vacinados.

Leia mais:  Parcelas em atraso do Minha Casa Minha Vida estão suspensas; entenda

Nunes Marques fez um “pedido de destaque”, retirando o julgamento do ambiente virtual. Com isso, ele será retomado no plenário físico. Não há data marcada ainda para isso. Barroso é o relator de quatro ações questionando a portaria do Ministério do Trabalho. Elas foram apresentadas pelos partidos Rede Sustentabilidade, PSB, PT e Novo.

Leia Também

A portaria foi editada pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social em 1º de novembro sob o argumento de evitar demissões em massa e a criação de uma “justa causa” que não está prevista na CLT. Ao justificar a portaria, a pasta equiparou a demissão de não vacinados contra a Covid-19 a práticas discriminatórias em razão de sexo, origem, raça, entre outras.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

McDonald’s responde Elon Musk após proposta sobre criptomoeda

Publicado

por


source
McDonald's responde Elon Musk após proposta sobre criptomoeda
Divulgação

McDonald’s responde Elon Musk após proposta sobre criptomoeda

Após Elon Musk afirmar em seu Twitter que comeria um McLanche Feliz na TV caso o McDonald’s aceitasse a criptomoeda Dogecoin como forma de pagamento, a rede de fast food fez uma contraproposta ao CEO da Tesla: “Só se a Tesla aceitar Grimacecoin”. A criptomoeda falsa faz referência ao Grimace, um dos mascotes do McDonald’s.

Tudo começou no dia 22 de janeiro, quando o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, publicou uma foto em seu Twitter  com o “uniforme” da lanchonete. A piada veio após uma queda generalizada na cotação do Bitcoin, que foi adotado como a moeda oficial do país. No início desta semana, a criptomoeda chegou a despencar 12,43% – a US$ 33.435, o menor nível em seis meses.

Na segunda, o McDonald’s se rendeu à brincadeira e postou em suas redes sociais: “Como vão as pessoas que administram contas de criptos?”. Foi aí que Elon Musk, o garoto propaganda das criptomoedas, entrou em cena.

Leia mais:  Privatização da Eletrobras corre risco de caducar por falta de acordo; entenda

Vale lembrar que, em El Salvador, a gigante de fast food já aceita Bitcoin como forma de pagamento. Além disso, cabe destacar que a criptomoeda já vem se recuperando desde ontem (25). Hoje, está sendo cotada a US$ 37.97.

Já a cotação da Dogecoin, citada por Musk, está em US$ 0,15. Criada em 2013 como um meme, ela é uma das mais valiosas no mercado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Gastos de turistas brasileiros no exterior são os menores desde 2005

Publicado

por


source
Gastos de turistas brasileiros no exterior são os menores desde 2005
Ricardo Syozi

Gastos de turistas brasileiros no exterior são os menores desde 2005

Os turistas brasileiros gastaram US$ 5,25 bilhões no exterior em 2021, informou o Banco Central nesta quarta-feira (26). O valor foi o mais baixo desde 2005, quando os gastos lá fora somaram US$ 4,72 bilhões.

As despesas foram 2,7% menores do que em 2020, quando ficaram em US$ 5,394 bilhões. Para efeito de comparação, em 2019, antes da pandemia, o volume foi de US$ 17,593 bilhões.

O resultado foi mais uma vez influenciado pelas medidas de contenção ao novo coronavírus, que levaram ao fechamento das fronteiras. Mesmo depois da abertura, as despesas não foram suficientes para compensar as perdas.

Em dezembro do ano passado, os brasileiros gastaram US$ 371 milhões em viagens internacionais, ante US$ 295 milhões do mesmo mês do ano anterior. Esse valor ainda é bem distante do registrado em dezembro pré-pandêmico, de US$ 1,497 bilhão.

Leia mais:  Mega-Sena sorteia R$ 3 milhões neste sábado; confira as dezenas

Outro fator que prejudica o turismo internacional é a alta do dólar. Em 2021, a moeda americana subiu 7,47%. Nesta quarta, a cotação está em R$ 5,44.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Golpe do Guanabara: perfil falso oferece descontos de até 40%

Publicado

por


source
Fique atento: em outro anúncio, o falso perfil divulga um suposto cupom de descontoFique atento: em outro anúncio, o falso perfil divulga um suposto cupom de desconto
Reprodução / internet

Fique atento: em outro anúncio, o falso perfil divulga um suposto cupom de descontoFique atento: em outro anúncio, o falso perfil divulga um suposto cupom de desconto

Um perfil falso nas redes sociais vem anunciando um suposto cupom com 40% de desconto nos Supermercados Guanabara. Além disso, sugere que a empresa estaria contratando profissionais para as funções de gerente, caixa e estoquista, incentivando os interessados a entrar em contato via direct message. A rede, porém, faz uma alerta: os dois conteúdos são fake.

No caso do cupom, o falso perfil pede que o interessado informe nome e telefone com DDD para que o cadastro seja feito. É importante destacar que nunca se deve informar dados pessoais dessa forma pela internet, o que facilita a ação de criminosos. As informações podem ser usadas em fraudes bancárias, compras não autorizadas e acessos indevidos a aplicativos.

Os Supermercados Guanabara esclarecem que não enviam mensagens diretas oferecendo cupons de descontos, vales-compra ou sorteios. Também não solicitam dados pessoais.

A rede ainda ressalta que todas as suas páginas em redes sociais são verificadas e que inscrições para quaisquer oportunidades de emprego são gratuitas. Neste caso, somente podem ser feitas pelo site www.supermercadosguanabara.com.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262