conecte-se conosco


Policial

Operação Letífero cumpre mandados judiciais em 3 cidades de MT contra alvos investigados por homicídios

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (26.01) a Operação Letífero para cumprimento de mandados judiciais contra alvos investigados pela Delegacia de Pontes e Lacerda por crimes de homicídio. Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária nas cidades de Rondonópolis, Pontes e Lacerda e Nova Lacerda. 

A operação conta com apoio das Delegacias Regionais de Rondonópolis e de Primavera do Leste, Polícia Rodoviária Federal, Politec, Polícia Militar, Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil, Cioaper e das unidades da Regional de Pontes e Lacerda. 

As equipes de policiais civis estão em cumprimento de nove buscas e uma prisão temporária em Rondonópolis; quatro buscas em Pontes e Lacerda e uma em Nova Lacerda. O principal alvo da operação é um policial militar que já trabalhou na região da fronteira. Os alvos das buscas também são investigados por suspeita de envolvimento com os homicídios apurados. 

A delegada Bruna Caroline Laet, responsável pela operação, explica que os homicídios ocorreram em Pontes e Lacerda, entre dezembro de 2019 e março de 2021. Os exames de balística comprovaram que os disparos efetuados nas cinco vítimas saíram da mesma arma de calibre 9mm. 

“A princípio, esses crimes ocorreram mediante pagamento, mas a Polícia Civil segue com as investigações para chegar ao possível ou possíveis mandantes”, observou a delegada de Pontes e Lacerda. 

Leia mais:  Três homens são presos por extração ilegal de madeira em Nova Maringá

Homicídios 

Conforme a investigação, que contou com um trabalho minucioso do Núcleo de Inteligência da Delegacia de Pontes e Lacerda, o principal suspeito seguiu um padrão para a execução dos homicídios. A Polícia Civil apurou que ele saiu de Rondonópolis e seguiu até Pontes e Lacerda utilizando como  transporte motocicletas de média cilindrada. Os veículos usados estavam em nome de terceiros, conforme registros em sistema oficial, e ele fez vigilância para escolher o melhor momento de execução das vítimas, utilizando para os crimes uma pistola calibre 9mm. 

A investigação apontou ainda que em apenas um dos homicídios, o suspeito adotou outro modus operandi em razão da dificuldade de encontrar a vítima fora de sua residência e da possibilidade de reação, já que a vítima possuía armas de fogo em sua residência. 

Um dos homicídios apurados ocorreu em dezembro de 2019. Gleidson de Souza Paiva, 35 anos, foi alvejado por disparos de arma de fogo calibre 9 mm efetuados por um homem que pilotava uma motocicleta Honda Twister preta, em frente à casa de uma sobrinha, no bairro São José. 

Em 05 de maio de 2020, por volta das 09h30, Noel Simon Colontoni, 44 anos, foi morto por disparos de arma de fogo, também de calibre 9mm, feitos por um homem em uma Honda Twister preta. A vítima foi alvejada enquanto reformava um salão de sua propriedade, no Jardim Boa Vista. 

Leia mais:  PM homenageia desembargador com a honraria ‘Homens do Mato Grau Grande Oficial’

Já em julho de 2020, o terceiro homicídio vitimou Carlos Antonio Silva Araújo, 48 anos, no Jardim Primavera. Ele foi alvejado por uma pessoa que pilotava uma motocicleta Honda/CB300, preta, quando estava na casa da companheira, se preparando para ir à sua fazenda. 

Os dois últimos homicídios apurados pela Delegacia de Pontes e Lacerda vitimaram dois irmãos e ocorrreram em 2020 e no ano passado. No dia 23 de dezembro de 2020, Vanderson de Almeida Castro, 36 anos, foi alvejado por um homem que pilotava uma motocicleta Honda CB300, vermelha, quando ele chegava a uma  oficina mecânica, localizada na  na BR 174, em Pontes e Lacerda. 

Em março de 2021, por volta das 06h20, Ederson Flávio de Castro, 39 anos, foi alvo de disparos de arma de fogo calibre 9mm feitos por pelo menos três homens que usavam camisetas com a identificação da Polícia Civil. O trio dissimulou um cumprimento de mandado de busca e apreensão para atingir a vítima.  

Três das vítimas dos homicídios tinham envolvimento com o tráfico de drogas e outra com homicídio. Uma delas não possúía nenhum registro criminal. 

Operação 

Letífero significa o que acarreta a morte, letal.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após ameaçar companheira em Lucas do Rio Verde

Publicado

Policiais civis de Lucas do Rio Verde prenderam em flagrante nesta quinta-feira (26.05) um homem de 45 anos por ameças contra sua companheira, que requereu medida protetiva de urgência. Após diligências, uma equipe de investigadores localizou o suspeito e o conduziu à Delegacia da Polícia Civil.

Na quarta-feira, a vítima procurou o Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e relatou as ameaças sofridas. Após o registro da ocorrência, a mulher e a filha adolescente buscaram socorro em outro lugar, com medo de retornar à residência. A vítima relatou também que no mês de abril, o suspeito tentou enforcá-la.

Depois de ser ouvida na Polícia Civil, a vítima voltou a receber ameaças e injúrias na noite de quarta-feira, quando o suspeito enviou mensagens por aúdio desferindo diversos xingamentos.

O delegado Eugênio Rudy Jr., do Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica, determinou diligências para localização do suspeito, que foi encontrado na tarde desta quinta-feira no bairro Bom Jesus e preso em flagrante.

Após a autuação na delegacia, ele foi encaminhado ao centro de detenção de Lucas do Rio Verde. O delegado Eugênio Rudy encaminhou representação à Justiça pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

Leia mais:  Câmara Temática estuda efetivação de notificação compulsória em casos de violência contra a mulher
Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Mulher é presa em flagrante com documento falso após aplicar golpe em banco

Publicado

Uma mulher de 53 anos foi presa na manhã desta quinta-feira (26) pela Polícia Civil, em Sapezal, por aplicar um golpe em uma agência bancária utilizando documentação falsa.

A Delegacia de Sapezal foi comunicada pela Delegacia Especializada de Estelionatos de Cuiabá de que a suspeita estaria dentro de uma agência bancária tentando aplicar um golpe. Uma equipe de investigadores seguiu até o local e encontrou uma mulher com as características passadas e a abordou dentro do banco.

Ao ser questionada, mulher se identificou com um nome divergente e entregou um RG que constava sua foto. Depois que os policiais civis pediram a ela mais informações, a mulher entrou em contradição e acabou confessando que se tratava de um documento de identificação falso.

Em contato com um atendente do banco, os investigadores foram informados que a suspeita abriu uma conta usando o documento falso, fez um empréstimo no valor de R$ 40 mil reais e havia retornado ao banco para desbloquear o aplicativo e realizar outros saques.

Leia mais:  PM homenageia desembargador com a honraria ‘Homens do Mato Grau Grande Oficial’

Ela foi conduzida à Delegacia de Sapezal, onde foi autuada e presa em flagrante por uso de documento falso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Fiscalização conjunta resulta em prisão de suspeito de jogar dejetos em Área de Preservação

Publicado

Um homem suspeito de despejar dejetos em área de preservação permanente foi preso em flagrante, na segunda-feira (23.05) em ação conjunta da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), em parceria com o Juizado Volante Ambiental (Juvam) e Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Várzea Grande (Semma-VG).

A ação resultou na apreensão de um caminhão basculante utilizado para a prática criminosa, além da autuação do suspeito pelo crime ambiental de causar poluição que resulte ou possa resultar danos à saúde humana e mortandade de animais e destruição significativa da flora.

Durante diligências na região do bairro Jardim Eldorado em Várzea Grande, as equipes flagraram um caminhão, com duas caçambas de coletas cheias de dejetos (lixos de construção e em geral), sendo despejados em um terreno em área de preservação permanente.

Foi realizada a abordagem do motorista, que informou ser funcionário de uma empresa que recolhe os dejetos para posterior destinação e que o dono do terreno havia autorizado o despejo dos resíduos no local, porém não apresentou nenhum tipo de autorização para o ato ilícito.

Leia mais:  PM homenageia desembargador com a honraria ‘Homens do Mato Grau Grande Oficial’

Diante dos fatos, o caminhão foi apreendido e o suspeito encaminhado à Dema onde foi lavrado o flagrante pelo crime ambiental. O proprietário da empresa se apresentou na especializada, sendo também interrogado sobre os fatos.

Segundo a delegada titular da Dema, Liliane Murata, além do flagrante o infrator também foi responsabilizando pelo dano causado a sociedade, sendo aplicada multa no valor de R$ 20 mil.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262