Home » Período de rematrículas para estudantes da rede estadual termina na sexta-feira (17)

Período de rematrículas para estudantes da rede estadual termina na sexta-feira (17)

por Jornalismo
periodo-de-rematriculas-para-estudantes-da-rede-estadual-termina-na-sexta-feira-(17)

Últimos dias

Solicitação pode ser feita pela internet, no aplicativo MT Cidadão ou no Portal MT GOV

Publicado em

14 de novembro de 2023

EDUCAÇÃO

Foto: Seduc-MT

Termina nesta sexta-feira (17.11) o período de rematrículas na rede estadual de ensino. A solicitação é obrigatória a todos os estudantes do Ensino Fundamental, Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) informa que o prazo final não será mais prorrogado.

O processo pode ser feito pela internet, no aplicativo MT Cidadão ou no Portal MT GOV, que é o Portal Unificado de Serviços do Governo de Mato Grosso. O sistema permite que os responsáveis acompanhem o processo de rematrícula e recebam notificações sobre prazos e outras informações.

O pai ou estudante maior de idade que não conseguir acessar o sistema online ou que não possuir meios para isso deve procurar a secretaria da escola para que a rematrícula seja feita presencialmente.

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, a rematrícula é um processo fundamental para o planejamento escolar do próximo ano letivo, que está previsto para iniciar na primeira quinzena de fevereiro de 2024.

Isso permite que as Diretorias Regionais de Educação (DREs) tenham uma visão mais clara sobre a quantidade de vagas disponíveis em cada escola e, assim, seja capaz de tomar decisões estratégicas para atender a demanda.

“Ao realizar a rematrícula no prazo estabelecido, os estudantes garantem o acesso à educação e contribuem para a organização das turmas e da infraestrutura escolar”, finaliza Alan Porto.

Atualmente, há 327.572 estudantes nas 664 escolas da rede estadual de ensino.

Acesse AQUI o Portal MT GOV

MT NOTÍCIAS

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado de Saúde de MT contrata Fundação Getúlio Vargas para realizar concurso

Contratação da FGV coloca fim na espera de 20 anos pela recomposição de efetivos na pasta

Publicados

1 hora atrás

em

14 de novembro de 2023

Foto: Secom – MT

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) publicou no Diário Oficial que circulou nesta terça-feira (14.11) a contratação da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para a realização do concurso da Saúde do Estado. A efetivação do contrato coloca um fim na espera pelo concurso, que é aguardado há mais 20 anos em Mato Grosso.

A fundação contratada trabalhará no edital do concurso, que deve ser divulgado em breve. A contratação foi efetivada no dia 8 de novembro e o valor investido é de R$ 2,5 milhões.

“Esse será o primeiro concurso realizado na SES em mais de 20 anos. É uma vitória para a gestão e para os servidores desta importante Secretaria. Queremos agradecer ao governador Mauro Mendes por ter autorizado o concurso para reforçar o nosso time. Trabalharemos intensamente para que o edital seja publicado o mais breve possível”, ressaltou o secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo.

A expectativa é de que o edital com número de vagas, descrição de perfis e salários seja publicado em breve. O objetivo do concurso é selecionar profissionais para recompor o quadro de servidores efetivos da SES.

O secretário observou que a necessidade de um concurso público já havia sido identificada no início do primeiro ano da atual gestão, em 2019, mas as dívidas deixadas por gestões anteriores impediram a realização do certame.

Após a regularização dos repasses, o Governo passou a investir nos oito hospitais geridos pelo Estado, nas unidades especializadas, nos escritórios Regionais e na construção de seis novos e grandes hospitais: o Hospital Central e o novo Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá, e os Hospitais Regionais de Alta Floresta, Tangará da Serra, Juína e do Araguaia, em Confresa.

“Graças a Deus, conseguimos superar os obstáculos e hoje temos condições de honrar com esse compromisso. Existem diversos investimentos sendo feitos na área da saúde e o concurso, sem dúvidas, era um dos mais esperados”, concluiu Gilberto.

você pode gostar