Home » Polícia Militar prende em Cáceres suspeito por homicídio de mulher em Porto Esperidião

Polícia Militar prende em Cáceres suspeito por homicídio de mulher em Porto Esperidião

por admin
policia-militar-prende-em-caceres-suspeito-por-homicidio-de-mulher-em-porto-esperidiao

Policiais militares do 6º Batalhão prenderam um homem de 18 anos pelo homicídio de uma mulher, em Porto Esperidião, neste domingo (21.04). O suspeito foi preso no município de Cáceres, na manhã desta segunda-feira (22).

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, no domingo (21), a PM de Porto Esperidião recebeu denúncias via 190 sobre um corpo, de uma mulher, que foi encontrado em uma avenida da cidade. Os militares foram ao local e encontraram o cadáver da vítima com várias perfurações pelo corpo. A mulher não possuía documentos de identificação.

Imediatamente, as equipes policiais da cidade e municípios vizinhos iniciaram diligências, vindo a receber informações de que o suspeito do crime estava a caminho de Cáceres. Diante da situação, as equipes do 6º BPM iniciaram monitoramento e receberam denúncias sobre a presença do criminoso no bairro Residencial Bem Viver.

Por volta de 06 horas desta segunda-feira (22), a PM foi ao endereço e abordou o suspeito com as mesmas características informadas na denúncia. Em revista pessoal ao homem, nada de ilícito foi encontrado.

[Continua depois da Publicidade]

Ao ser questionado sobre a denúncia do homicídio, confessou o crime. Para os policiais, o homem afirmou que teria ido ao município de Porto Esperidião cometer o crime a mando de uma facção criminosa, que teria encomendado a morte da mulher.

O suspeito ainda disse que se encontrou com a vítima e que durante o deslocamento para uma casa, levou a mulher para um terreno baldio, local onde teria desferido mais de 20 golpes de faca contra a vítima, causando a morte da mulher.

Diante dos fatos, o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido para o Cisc de Cáceres para registro da ocorrência e demais providências cabíveis.

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

você pode gostar