conecte-se conosco


Carros e Motos

Protótipo elétrico do Polestar 5 é mostrado com dois motores

Publicado

source
Polestar 5 faz sua primeira aparição pública no tradicional Festival de Goodwood, no Reino Unido
Divulgação

Polestar 5 faz sua primeira aparição pública no tradicional Festival de Goodwood, no Reino Unido

O tradicional Festival da Velocidade de Goodwood, além de ser uma celebração aos carros e ao esporte a motor, também é uma oportunidade para diversas marcas mostrarem seus modelos ou conceitos de futuros veículos.

É exatamente isso o que a Polestar vai fazer. A marca sueca levou à Goodwood o 5, e dará aos potenciais consumidores a primeira chance de conhecer as dimensões externas do modelo, que deverá estrear oficialmente em 2024.

A Polestar divulgou que o modelo terá um novo motor traseiro , que irá trabalhar em conjunto com um dianteiro de “alto rendimento”. Montados em uma estrutura elétrica de 800 volts, que permite recargas e entrega de potência mais rápidas, a fabricante planeja que o modelo entregue 896 cv de potência e brutais 91 kgfm de torque.

Leia mais:  Volkswagen e Raízen inauguram eletropostos de recarga rápida

“O 5 está se tornando um magnífico GT de 4 portas e um verdadeiro Polestar. Essa plataforma combina atributos de um esportivo com nossa tecnologia moderna que permite produzir um veículo ultra leve, e com alta resistência a torção.” Declarou Pete Allen, chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Polestar no Reino Unido.

“A nova motorização irá se tornar referência nos nossos veículos de alto desempenho. Traremos a combinação de motores de alto nível de engenharia com plataformas de baixo peso, para proporcionar ao condutor o melhor carro possível” , declarou Jorg Brandscheid, chefe do departamennto de tecnologia da Polestar.

A equipe britânica da Polestar é a responsável por desenvolver a estrutura de alumínio, que é o principal fator para o comportamento dinâmico e esportivo do 5, segundo a fabricante, enquanto o interior e motorização são definidos na sede da companhia, na Suécia.

Vale lembrar que o Polestar 5 será a versão de produção do conceito ‘Precept’ e a Polestar divulga em seu canal no Youtube todo o processo que o 5 está passando, da fase conceitual até o veículo de produção

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Toyota reduz preços tanto do Corolla Cross quanto do sedã

Publicado

Toyota Corolla GR-S : para-choques e rodas com apelo esportivo, além de suspensão com acerto mais firme
Divulgação

Toyota Corolla GR-S : para-choques e rodas com apelo esportivo, além de suspensão com acerto mais firme

A Toyota promove pela segunda semana consecutiva o corte no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) nas variantes sedã e SUV do Corolla. No caso de carros 0 km, o abatimento alcançou 24,75%, contra os 18,5% anteriores.

Apesar do novo desconto, os valores praticados não terão uma grande redução. O preço dos modelos varia entre R$ 200 e R$ 1.200, apenas nas versões a combustão. Os interessados nos modelos híbridos, pagarão mais caro.

Quem apresentou o maior desconto foi a versão esportivada do Corolla sedã , a GR-S, que ficou R$ 1.200 mais em conta, e agora parte de R$ 175.390. Nas outras versões com motor 2.0 do sedã, a redução foi de R$ 300.

Leia mais:  Interceptor e Continental GT 120th serão lançadas em breve no Brasil

Todas as versões do Corolla sedã equipadas a combustão são equipadas com um propulsor 2.0 flex de 177 cv e 21,4 kgfm de torque, quando abastecido com etanol, e sempre aliado a um câmbio automático do tipo CVT.

Os híbridos ficaram mais caros, o Altis Hybrid agora parte de R$  180.790, R$ 1.400 a mais que o valor praticado no último mês. Veja abaixo as versões e as suas respectivas reduções.

  • GLi 2.0 Flex 2023: de R$ 147.090 para R$ 146.790 (- R$ 300)
  • XEi 2.0 Flex 2023: de R$ 153.490 para R$ 153.190 (- R$ 300)
  • Altis Premium 2.0 Flex 2023: de R$ 176.290 para R$ 175.990 (- R$ 300)
  • GR-S 2.0 Flex 2023: de R$ 176.590 para R$ 175.390 (- R$ 1.200)
  • Altis Hybrid 2023: de R$ 179.390 para R$ 180.790 (+ R$ 1.400)
  • Altis Hybrid Premium 2023: de R$ 188.990 para R$ 190.490 (+ R$ 1.500)

Corolla Cross

No Corolla Cross , as reduções foram menores. A versão de entrada XR, teve uma redução de R$ 1.090, e parte de R$ 157.690. Nas versões XRE e GR-Sport, o desconto fica na casa dos R$ 200 por versão.

Assim como no sedã, o Corolla Cross também ficou mais caro nas versões híbridas. A primeira com motorização eletrificada, agora parte de R$ 198.89, R$ 600 mais caro que anteriormente. Veja os preços das versões.

  • XR 2.0 Flex 2023: de R$ 158.780 para R$ 157.690 (- R$ 1.090)
  • XRE 2.0 Flex 2023: de R$ 172.190 para R$ 171.990 (- R$ 200)
  • GR-S 2.0 Flex 2023: de R$ 190.590 para R$ 190.390 (- R$ 200)
  • XRV Hybrid Flex 2023: de R$ 198.290 para R$ 198.890 (+ R$ 600)
  • XRX Hybrid Flex 2023: de R$ 206.190 para R$ 206.890 (+ R$ 700)

As versões híbridas são equipadas com motor a combustão de 1,8 litro flex, que gera 101 cv. Ele conta com o auxílio de um motor elétrico para proporcionar maior economia de combustível.

O Toyota Yaris também apresenta novos valores, porém, os descontos são bem mais modestos, e chegam a R$ 800.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Toyota reduz preços de Corolla Cross e sedã

Publicado

Toyota Corolla 2023 traz descontos nas versões a combustão. Veja as variações de preço na matéria
Divulgação

Toyota Corolla 2023 traz descontos nas versões a combustão. Veja as variações de preço na matéria

A Toyota promove pela segunda semana consecutiva o corte no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) nas variantes sedã e SUV do Corolla. No caso de carros 0 km, o abatimento alcançou 24,75%, contra os 18,5% anteriores.

Apesar do novo desconto, os valores praticados não terão uma grande redução. O preço dos modelos varia entre R$ 200 e R$ 1.200, apenas nas versões a combustão. Os interessados nos modelos híbridos, pagarão mais caro.

Quem apresentou o maior desconto foi a versão esportivada do Corolla sedã, a GR-S, que ficou R$ 1.200 mais em conta, e agora parte de R$ 175.390. Nas outras versões com motor 2.0 do sedã, a redução foi de R$ 300.

Leia mais:  Interceptor e Continental GT 120th serão lançadas em breve no Brasil

Todas as versões do Corolla sedã equipadas a combustão são equipadas com um propulsor 2.0 flex de 177 cv e 21,4 kgfm de torque, quando abastecido com etanol, e sempre aliado a um câmbio automático do tipo CVT.

Os híbridos ficaram mais caros, o Altis Hybrid agora parte de R$  180.790, R$ 1.400 a mais que o valor praticado no último mês. Veja abaixo as versões e as suas respectivas reduções.

  • GLi 2.0 Flex 2023: de R$ 147.090 para R$ 146.790 (- R$ 300)
  • XEi 2.0 Flex 2023: de R$ 153.490 para R$ 153.190 (- R$ 300)
  • Altis Premium 2.0 Flex 2023: de R$ 176.290 para R$ 175.990 (- R$ 300)
  • GR-S 2.0 Flex 2023: de R$ 176.590 para R$ 175.390 (- R$ 1.200)
  • Altis Hybrid 2023: de R$ 179.390 para R$ 180.790 (+ R$ 1.400)
  • Altis Hybrid Premium 2023: de R$ 188.990 para R$ 190.490 (+ R$ 1.500)

Corolla Cross

No Corolla Cross , as reduções foram menores. A versão de entrada XR, teve uma redução de R$ 1.090, e parte de R$ 157.690. Nas versões XRE e GR-Sport, o desconto fica na casa dos R$ 200 por versão.

Assim como no sedã, o Corolla Cross também ficou mais caro nas versões híbridas. A primeira com motorização eletrificada, agora parte de R$ 198.89, R$ 600 mais caro que anteriormente. Veja os preços das versões.

  • XR 2.0 Flex 2023: de R$ 158.780 para R$ 157.690 (- R$ 1.090)
  • XRE 2.0 Flex 2023: de R$ 172.190 para R$ 171.990 (- R$ 200)
  • GR-S 2.0 Flex 2023: de R$ 190.590 para R$ 190.390 (- R$ 200)
  • XRV Hybrid Flex 2023: de R$ 198.290 para R$ 198.890 (+ R$ 600)
  • XRX Hybrid Flex 2023: de R$ 206.190 para R$ 206.890 (+ R$ 700)

As variantes com o motor híbrido são equipadas com um combustão de 1,8 litro flex, que gera 101 cv. Ele conta com o auxílio de um motor elétrico para proporcionar maior economia de combustível.

O Toyota Yaris também apresenta novos valores, porém, os descontos são bem mais modestos, e chegam a no máximo R$ 800.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Próxima geração da Audi RS6 será híbrida Plug-in

Publicado

Geração atual (C8) vai de 0 a 100 km/h em 3.5 segundos. Como elétrico, poderá ser ainda mais rápido
Divulgação

Geração atual (C8) vai de 0 a 100 km/h em 3.5 segundos. Como elétrico, poderá ser ainda mais rápido

A próxima geração da Audi RS6 será um híbrido do tipo plug-in, a informação foi confirmada por Stephan Reil, Head de Pesquisa e Desenvolvimento da Audi, ao portal Wheels.

“Estamos no caminho (da transição para modelos híbridos), na próxima geração, posso garantir que vai haver algo nesse sentido. É nosso caminho para carros elétricos ”.

A geração atual da Audi RS6 (C8) possui um V8 bi-turbo de 4.0 litros, herdado da geração anterior, porém, conta com um pequeno motor elétrico auxiliar de 48 volts, fazendo dela um carro híbrido leve.

Reil não informou muitos detalhes, mas sua fala indica que a evolução da RS6 passará por uma geração híbrida antes de se tornar 100% elétrica.

Leia mais:  Interceptor e Continental GT 120th serão lançadas em breve no Brasil

Tal movimento foi feito recentemente pela Mercedes, que tirou o tradicional V8 4.0 da C63 AMG e instalou um motor de quatro cilindros, 2.0 litros, com um conjunto elétrico. O objetivo é atender as demandas de emissões de poluentes.

Um eventual “downsizing” não seria novidade para a RS6. A geração C6 era equipada com um motor V10, mas não resistiu às regras ambientais e foi substituído pelo V8 atual na geração seguinte, a C7.

Reil destaca a capacidade da Audi em se reinventar para continuar entregando ótimos referenciais de performance na RS6 apesar das restrições.

“Após a geração C6, as restrições de emissões de CO2 ficaram cada vez mais restritivas. Na C7 mudamos do V10 para o V8 com desativação de cilindros, agora o sistema híbrido-leve.” Concluiu.

Leia mais:  Conheça o motorhome de R$ 10,6 milhões de Justin Bieber

“Um sistema híbrido dá uma possibilidade maior de modos de condução, além da possibilidade de usar a eletrificação para compensar pontos fracos do motor a combustão.” Encerrou o executivo.

A geração C8 está no mercado desde 2020, e deve ter uma vida útil de cerca de 5 anos, então, deverá ser substituída em meados de 2025 ou 2026.

Sabendo que a Audi não irá mais desenvolver motores a combustão após 2026, não será surpresa caso a geração C10 seja apenas elétrica,

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

BRABINHO OURO INFORMA

R$ 308,54

Peixoto de Azevedo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Política Nacional

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - REDE CENTRO NORTE DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME - CNPJ: 34.052.986/0001-65 | Peixoto de Azevedo - MT
Desenvolvido por InfocoWeb - 66 9.99774262