Home » Reunião discute inovação e tecnologia para o fortalecimento da agroindústria em MT

Reunião discute inovação e tecnologia para o fortalecimento da agroindústria em MT

por Celso Ferreira Nery
reuniao-discute-inovacao-e-tecnologia-para-o-fortalecimento-da-agroindustria-em-mt

A agroindústria em Mato Grosso tem se consolidado como um potencial econômico no Estado. De olho nesse vertiginoso avanço, a Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) discutiu, na sexta-feira (05/04), como agregar valor com inovação e tecnologia para impulsionar o crescimento do segmento. O debate ocorreu durante a reunião do Conselho Temático de Inovação e Tecnologia (Cointec) da Fiemt.

No encontro, o presidente da Federação, Silvio Rangel, falou sobre a vocação natural do agronegócio em Mato Grosso e destacou que o setor é fundamental para o novo ciclo de desenvolvimento do estado, que passa pela indústria, com a industrialização do que é produzido. “Precisamos considerar a tecnologia e inovação para agregar valor aos produtos que o agro gera. Observamos a verticalização do setor agroindustrial e estamos construindo ações que potencializem esse crescimento, fomentando a economia do estado na geração de emprego e renda”, argumentou o presidente.

Conforme dados do Observatório da Indústria de Mato Grosso, 21% do total dos estabelecimentos da indústria são agroindústrias. O setor emprega 77.915 trabalhadores, o que representa 47% dos funcionários da indústria. A massa salarial agroindustrial chegou aos R$ 2 bilhões e os tributos estaduais alcançaram R$ 2,7 bilhões, reforçando a importância da área no fomento à economia do estado.

Animado com os dados apresentados, o presidente da Cointec, Rodrigo Crosara, entende que Mato Groso tem potencial para continuar nessa curva de crescimento ao aliar tecnologia e inovação à produção. “Precisamos pensar fora da caixa e nos espelhar em países estrangeiros que já estão à frente na temática. Esta reunião é importante para isso. Aqui discutimos as melhores estratégias para o fortalecimento do negócio”, pontua.

[Continua depois da Publicidade]

Fernando de Nielander, da agência pública Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), explicou o apoio da instituição à inovação no âmbito do programa nacional Nova Indústria Brasil, que tem seis missões relacionadas à ampliação da autonomia, à transição ecológica e à modernização do parque industrial brasileiro. Conforme Fernando, a Finep vai aplicar R$ 41 milhões na nova política industrial, combinando instrumentos.

“Queremos ver mais empresas agregando valor, fortalecendo a economia, gerando mais empregos e aumentando a competitividade do país”, disse. A Finep, agência pública de inteligência que pensa no desenvolvimento do país por meio do fomento à inovação, ciência e tecnologia, financia projetos de inovação e pesquisa.

Ainda na reunião, foi apresentada a programação do TEDx Cuiabá, que neste ano traz o tema ‘Horizontes: Uma jornada de perspectivas (in) comuns’. O evento ocorre no próximo dia 19.04, no Teatro Zulmira Canavarros da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

Participaram do debate o reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Evandro Soares, e o vice-presidente do Cointec, Flávio Garcia, do Sindicato das Indústrias da Construção Civil da Região Sul do Estado de Mato Grosso (Sinduscon Sul), além de representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

você pode gostar