Home » Tarcísio cobra concessionárias por falta de energia em São Paulo

Tarcísio cobra concessionárias por falta de energia em São Paulo

por Revista Oeste - Politica
tarcisio-cobra-concessionarias-por-falta-de-energia-em-sao-paulo

Política

Ricardo Nunes emprestou geradores para a Enel

Redação Oeste

são paulo energia
Tarcísio está tratando do assunto diretamente com o ministro de Minas e Energia do governo Lula, Alexandre Silveira | Foto: Reprodução/Twitter/tarcisiogdf

Neste domingo, 5, o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos) cobrou as concessionárias de energia elétrica que atuam no Estado a restabelecerem o serviço com mais agilidade.

Cerca de 1 milhão de residências da região metropolitana de São Paulo estão sem energia há dois dias, a maioria são clientes da Enel.

O apagão foi provocado por uma tempestade na sexta-feira 3. Sete pessoas morreram no Estado em meio ao temporal. 

Governador de São Paulo pede ‘prioridade máxima’ no fornecimento de energia às unidades de saúde

energia são paulo
Maior parte das pessoas que ficaram sem energia vivem na capital paulista | Foto: Freepik

“Seguimos cobrando as concessionárias”, disse Tarcísio em nota enviada ao jornal Valor Econômico. “E em contato com o Ministério de Minas e Energia para que haja celeridade no restabelecimento de todos os locais que ainda estão sem luz. Estamos em contato permanente com as empresas e reforçando a importância dos esclarecimentos sobre o que está sendo feito e os prazos em que as religações devem ocorrer.”

+ Leia mais notícias sobre Política em Oeste

O governador de São Paulo pediu às concessionárias “prioridade máxima” para o religamento de eletricidade em hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e escolas onde as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são realizadas.

Tarcísio está tratando do assunto diretamente com o ministro de Minas e Energia do governo Lula, Alexandre Silveira, de acordo com o Valor.  Isso porque as concessões de energia são feitas pelo governo federal e reguladas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), disse que está em contato direto com a direção da Enel e que cedeu geradores para a companhia utilizar nas escolas que aplicam a prova do Enem neste domingo, 5. A capital teve 1,4 mil ocorrências de queda de árvores por causa das chuvas.

você pode gostar